Wederson Lopes afirma que blitzen fazendárias ocorrem nos piores locais e horários

por Marcos Vieira publicado 02/04/2019 13h44, última modificação 02/04/2019 13h44
Wederson Lopes afirma que blitzen fazendárias ocorrem nos piores locais e horários

Wederson Lopes afirma que blitzen fazendárias ocorrem nos piores locais e horários (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Wederson Lopes (PSC) fez críticas às blitzen fazendárias, em discurso na tribuna nesta terça-feira (2.abr). Segundo ele, a barreira montada na Avenida Universitária, próximo ao viaduto do trevo da cidade, aconteceu no pior horário e local.

“Trabalhadores perdem o dia de trabalho. Recebi inúmeras mensagens, questionando onde estão os vereadores. Estamos aqui clamando e contrários a essa atitude absurda”, frisou.

O vereador disse que é preciso que o governo estadual tenha consciência dos pontos problemáticos do trânsito anapolino. “Eles precisam vir aqui, por exemplo, para conhecer o Recanto do Sol”.

Wederson destacou a importância de cobrar os deputados estaduais que representam Anápolis, para que questionem o padrão utilizado para definição dessas blitzen. “Amilton Filho vai pedir uma audiência com os responsáveis. Que Antônio Gomide e Coronel Adailton também lutem por Anápolis”.

Wederson também destacou o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, celebrado neste 2 de abril, parabenizando o trabalho feito pelo pastor Reamilton Espíndola, presidente da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Anápolis (Aspaa).

Por fim, o vereador disse que recebeu a visita de um estudante da Universidade Federal de Goiás (UFG), interessado em projeto de lei de sua autoria, que torna todos os assentos dos ônibus do transporte coletivo preferenciais para grupos prioritários, como gestantes, idosos e mães com criança de colo.

registrado em: ,