Vereadores participam de inauguração da primeira UPA com Perfil Pediátrico do município

por Geovana de Bortole publicado 25/07/2019 14h37, última modificação 25/07/2019 14h37
Vereadores participam de inauguração da primeira UPA com Perfil Pediátrico do município

Vereadores participam de inauguração da primeira UPA com Perfil Pediátrico do município

Com apoio da Câmara Municipal de Anápolis, a Prefeitura inaugurou a primeira UPA com Perfil Pediátrico do Centro-Oeste, na tarde de quarta-feira (24.jul).

Os vereadores prestigiaram o evento, que faz parte  da programação de comemoração  dos 112 anos da cidade.

O presidente da Casa, vereador Leandro Ribeiro (PTB), sugeriu o nome da entidade, denominada Doutor Lineu Gonzaga Jaime. O parlamentar disse que este é um momento único para a cidade. “Pude homenagear o médico que tanto contribuiu para a saúde dos anapolinos. Este é um momento histórico, onde as famílias realmente contarão com um local determinado para levar suas crianças. Antigamente os pais saiam com seus filhos no colo, desesperados, sem saber onde seriam atendidos. Agora temos essa unidade, que terá funcionamento 24 horas e atenderá cerca de 7 mil crianças por mês. É uma grande conquista, que conta com o respaldo do Poder Legislativo”, afirmou

O vereador Pastor Elias (PSDB) disse que este é mais um sonho que esta se realizando. “Quero parabenizar o Prefeito por essa iniciativa, e a Câmara Municipal, que sempre apoiou o projeto. Sabemos as dificuldades enfrentadas para que isso se tornasse realidade. Quem ganha é a população”, destacou.

O vereador Wederson Lopes (PSC) disse que a unidade faz parte da reformulação da estrutura ao atendimento à saúde no município. “Eu costumo dizer que existem dois tipos de visões. uma delas é a visão de urubu, que só vê as coisas erradas e se alimentam de carniça. A outra é de garimpeiro, que olha a pedra bruta e consegue transformá-la em diamante. Aqui era o CAIS mulher, que funcionava aqui em situação precária, e foi transferido para outro local muito mais equipado, com mamógrafo  moderno e sem filas para atendimento. Foi isso o que aconteceu aqui. O prefeito e os vereadores viram essa pedra bruta e estão entregando um diamante para a população”, ressaltou o líder do Executivo na casa.

Deusmar Japão (PSL) comentou que não acreditava mais que a unidade seria concluída. “Mas pude ver que todas as mudanças que estão acontecendo são para benefício da população. Temos que ter paciência, mas estamos vencendo esta luta”.

Domingos Paula (PV) lembrou que Anápolis é referência em saúde em toda região. “Hoje temos um local adequado para atender nossas crianças, e posso me incluir nisso, pois tenho uma filha recém nascida. É muito importante saber onde podemos levar nossos filhos e sabemos que Anápolis possui a melhor estrutura”, observou.

Para Elinner Rosa (MDB), a saúde é o aspecto mais importante de qualquer gestão. “A cidade nunca contou com um hospital pediátrico. Quando uma criança passa mal, os pais batem de porta em porta buscando atendimento, sem saber onde encontrar. Esse é um marco para nossa saúde,que irá beneficiar muitas pessoas que buscar um serviço de qualidade”,

Já Fernando Paiva (PODE) recordou que esta era uma reivindicação antiga da cidade. “Essa era uma demanda que hoje está se concretizando. Representamos a população e estamos felizes com essa inauguração”,comentou.

O secretário municipal de saúde Lucas Leite disse que o desafio já foi cumprido. “Em sua campanha, o prefeito Roberto  Naves (PTB) lançou esse projeto de humanizar o atendimento às crianças da cidade. Conseguimos terminar essa obra, que foi totalmente idealizado pelo prefeito, que fez o compromisso e entrega hoje o melhor centro pediátrico da região Centro-Oeste. Não existe nenhum outro como este. Com certeza teremos o melhor atendimento e seremos referência também em ortopedia pediátrica”, explicou.

O prefeito Roberto Naves falou que uma de suas principais propostas de seu governo era a construção do hospital com atendimento pediátrico. “Fiz esse compromisso com a população. Temos uma unidade de pronto atendimento, uma UPA, que recebe recursos dos Governos Federal e Estadual. Estar aqui hoje para mim é um sonho, uma emoção muito grande. Como pai, sei das dificuldades em encontrar atendimento para nossos filhos. Tudo foi pensado nos mínimos detalhes, para que a população anapolina saiba que nos importamos com ela, e queremos oferecer qualidade de saúde”, concluiu.

 A Fundação Universitária Evangélica, organização social ligada à UniEvangélica, será gestora da unidade. O contrato impõe uma gestão total da unidade.

 A solenidade contou também com a presença dos vereadores  João Feitosa (PTB), João da Luz (PHS), Paulo de Lima (PDT), Lé lio Alvarenga (PSC),  Teles Júnior (PMN), Pedro Mariano (PRP), Américo(PSDB), Lisieux José Borges (PT), Jean Carlos (PTB) e Luzimar Silva (PMN). Também participaram da solenidade os deputados estaduais Amiton Filho (SD) e Coronel Adailton (PP), ex-vereadores, secretários, familiares do Doutor Lineu Gonzaga Jaime, imprensa de diversos veículos da cidade e população.

O local já está funcionando na Rua Geni Ribeiro Guimarãoes, Maracanã (Antigo Cais Mulher).

Informações:

-A sede do antigo Cais Mulher foi reformada, adaptada e ampliada para receber a primeiraUPA com perfil Pediátrico do Centro-Oeste;

-O prédio tem 1284,68  m2;

-Foram utilizados R$1.016.000 do tesouro municipal para obra;

- Foram gastos cerca de R$600 mil dos recursos municipais para aquisição de equipamento e mobiliário;

- Toda gestão da unidade será feita pela Fundação Universitária Evangélica (Funev),conforme decreto de dispensa de licitação publicado no dia 18/07/19, com valor mensal de R$1.629.248,25;

- Por se tratar de UPA, a unidade vai receber cerca de R$350 mi por mês do governo federal e mais R$250 mil do governo estadual após a habilitação;

- Todo serviço de pediatria de urgência e emergência será oferecido no local;

- A previsão é atender cerca de 7 mil crianças e adolescentes por mês de 0 a 15 anos;

- O prédio conta com cinco consultórios médicos, recepção, farmácia, ludoteca, copa, dois isolamentos, salas de nebulização, medicação, coleta, curativo, de raios-x e de estabilização, leitos de observação e setor de urgência com reanimação;

- O atendimento será feito por equipe multidisciplinar composta por médicos pediatras, clínicos e ortopedistas (apenas na área infantil) enfermeiros; técnicos de enfermagem, gesso e raios-X; assistente social, nutricionista, farmacêutico, biomédico, psicólogo e psicopedagogo.

 Foto: Ismael Vieira