Vereadores analisam três projetos em manhã de reunião da CCJR

por Fernanda Morais publicado 30/05/2019 10h52, última modificação 30/05/2019 10h52

Os vereadores da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), Jean Carlos (PTB), Luiz Lacerda (PT), Pastor Elias (PSDB), Pedro Mariano (PRP), Elinner Rosa (MDB) e Wederson Lopes (PSC), presididos por Thaís Souza (PSL), se reuniram na manhã desta quinta-feira (30.mai).

Foram nomeados relatores para três projetos que estavam em análise na pauta. Elinner relatou e devolveu com parecer favorável a proposta de Thaís que cria mecanismos para adoção de medidas preventivas e de auxílio a mulher em situação de assédio ou violência a serem adotados por bares, restaurantes, casas noturnas e similares.

Wederson Lopes vai relatar o projeto de João Feitosa (PTB) que institui o Certificado Esportivo Antônio Pereira Vidal, que constará no calendário de Eventos do Município e será entregue no período das programações esportivas dos servidores públicos municipais.

Jean Carlos está responsável por analisar o projeto de iniciativa da Mesa Diretora que institui o Fundo Especial da Câmara Municipal de Anápolis.

Devolvidos

Ainda durante a CCJR o vereador Wederson Lopes devolveu com parecer contrário a proposta de Pedro Mariano que proíbe a nomeação em cargos em comissão de servidores públicos municipais para quem estiver condenação pela Lei Maria da Penha.

Os vereadores foram favoráveis ao projeto que concede o título de Cidadão Benemérito ao deputado estadual Amilton Filho (SD). Paulo de Lima (PDT) é o autor da proposta.

Wederson Lopes deu parecer contrário a iniciativa da vereadora Professora Geli (PT) que autoriza o Executivo a criar o cargo de psicólogo escolar educacional em Anápolis

Jean Carlos relatou contrário o projeto de Elinner Rosa que impõe sanção pelo descarte inadequado de resíduos nas vias públicas. Por fim, Pedro Mariano devolveu com parecer favorável ao Instituto Anjos do Bem, de autoria de Amilton Filho.