Vereadores acompanham assinatura do termo de instalação de três novos juizados em Anápolis

por Fernanda Morais publicado 09/10/2018 18h40, última modificação 10/10/2018 09h51
Vereadores acompanham assinatura do termo de instalação de três novos juizados em Anápolis

Vereadores acompanham assinatura do termo de instalação de três novos juizados em Anápolis (Foto: Ismael Vieira)

O presidente da Câmara Municipal de Anápolis, Amilton Filho (SD), os vereadores Pastor Elias Ferreira (PSDB) e Professora Geli Sanches (PT), participaram da solenidade de assinatura do termo de instalação da 5ª Vara Criminal, do Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher e da Vara Regional da Execução Penal. O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (9.out) na sala de reuniões do presidente do Foro da Comarca de Anápolis, juiz Ricardo Silveira Dourado com a presença do presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), desembargador Gilberto Marques Filho,

Entre as autoridades que prestigiaram o evento estavam o prefeito Roberto Naves (PTB), o coordenador do Ministério Público de Anápolis, promotor de Justiça, Carlos Alexandre Marques, o desembargador substituto Marcus da Costa Ferreira, a delegada Regional de Anápolis, Aline Vilela, policiais militares da Patrulha Maria da Penha  e, representando o governador José Eliton (PSDB), a superintendente executiva dos Direitos da Mulher e Igualdade Racial da Secretaria Cidadã de Goiás, Onaide Santillo.

O presidente da Câmara, Amilton Filho destacou que as novas varas chegam para dar celeridade nos novos e antigos processos protocolados no Judiciário anapolino. “As pessoas cobram agilidade quando buscam a justiça. Sou advogado conheço as dificuldades do setor e sei da importância que essas novas varas terão para melhorar os préstimos no Judiciário local”, comentou.

A vereadora professora Geli Sanches lembrou que em 2013 aprovou um requerimento de sua autoria na Câmara Municipal, encaminhado ao juiz Carlos Limongi Sterse, à época presidente da Comarca em Anápolis, solicitando a criação de uma vara especial para atendimento dos crimes contra a mulher.

“Limongi encaminhou o documento ao Tribunal de Justiça e abraçou a causa. Assim como o atual presidente, o doutor Ricardo que se empenhou ao máximo para que essa vara fosse instalada em Anápolis. Mas hoje ganhamos além do que pedimos e a cidade foi realmente privilegiada com a criação das três novas estruturas dentro do Judiciário local”, falou.

O desembargador Gilberto Marques explicou que a instalação das três novas varas em Anápolis faz parte do projeto de reestruturação do Judiciário Goiano. Segundo o presidente, no total serão criados 33 novos juizados distribuídos no Estado e o objetivo é atender a demanda de trabalho que chega ao poder diariamente.

O presidente do Foro em Anápolis, Ricardo Silveira Dourado afirmou que as três novas varas vão mudar completamente a efetividade da prestação de serviços do Judiciário local. “Além da agilidade na tramitação dos processos, vão possibilitar a antecipação de audiências marcadas para 2020, 2021, por exemplo, e evitar ainda a prescrição de crimes”, informou o magistrado.

Já o prefeito Roberto Naves destacou que o Executivo municipal será sempre parceiro das ações desenvolvidas pelo Judiciário que beneficiem a cidade. O petebista lembrou que recentemente o município, com respaldo da Câmara Municipal, doou uma área pública, localizada no Parque Brasília, para construção de um novo prédio do Fórum da cidade. “Estamos à disposição e prontos para ajudar naquilo que estiver ao nosso alcance”, reafirmou.