Vereadores presentes na assinatura de novo contrato entre Saneago e Prefeitura de Anápolis

por Marcos Vieira publicado 27/02/2020 15h20, última modificação 27/02/2020 15h20
Vereadores presentes na assinatura de novo contrato entre Saneago e Prefeitura de Anápolis

Solenidade foi realizada no Parque da Cidade, saída sul de Anápolis (Foto: Ismael Vieira)

A Prefeitura de Anápolis assinou novo contrato com a Saneago nesta quinta-feira (27.fev), em solenidade no Parque da Cidade, garantindo à empresa estatal mais 30 anos de exploração dos serviços de água e esgoto.

O ato foi comandado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e o prefeito Roberto Naves (PP). A Câmara Municipal foi representada pelo presidente Leandro Ribeiro (PTB).

Também compareceram os vereadores João Feitosa (PTB), Paulo de Lima (PDT), Deusmar Japão (PSL), Domingos Paula (PV), Fernando Paiva (PODE) e Wederson Lopes.

De acordo com o governo estadual, o novo contrato possui metas e datas a serem cumpridas, tornando mais eficaz a cobrança por parte do município. O compromisso é que sejam investidos R$ 600 milhões no sistema de Anápolis, dando a segurança hídrica tão cobrada pela população nos últimos anos.

Em discurso, o presidente Leandro Ribeiro disse que a Câmara outorgou ao prefeito o direito de assinar a renovação não pelo o que a Saneago tinha feito até agora, mas pelo compromisso firmado pelo governador de uma nova conduta com Anápolis.

O prefeito afirmou que a missão assumida com o novo contrato de programa é resolver os problemas de água e esgoto para os próximos 50 anos. Ele listou o que considera vantagens no novo contrato: 85% dos R$ 600 milhões serão investidos nos primeiros dez anos, foram iniciados os estudos para construção de uma barragem, implantação de poços artesianos, ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA), criação de uma agência municipal para fiscalizar o serviço da Saneago.

O governador Caiado agradeceu Anápolis por reconhecer a importância da cidade na sustentação da Saneago. “E a empresa não vai decepcionar. Sabemos que não se constroem milagres, por isso precisamos trabalhar muito daqui para frente”, discursou.

Ronaldo Caiado disse que o contrato firmado com Anápolis é diferente, com objetivos estabelecidos, o que não ocorria no passado. Ele pediu que se faça o uso qualificado da água e ressaltou o fato de que o Fundo Municipal de Meio Ambiente passar a contar com repasses mensais de 4% do faturamento da Saneago na cidade.