Thaís Souza explica trabalho voluntário de castração de animais realizado pelo seu gabinete

por Marcos Vieira publicado 18/02/2020 14h45, última modificação 18/02/2020 14h45
Thaís Souza explica trabalho voluntário de castração de animais realizado pelo seu gabinete

Vereador Thaís Souza, do PSL (Foto: Ismael Vieira)

Em discurso na tribuna na sessão desta terça-feira (18.fev), a vereadora Thaís Souza (PSL) disse que recebeu telefonema da Vigilância Sanitária, lhe questionando sobre o recebimento de animais em seu gabinete para castração. “Disseram que o mau cheiro estava muito grande”.

Thaís explicou que se trata de um trabalho voluntário que ela realiza antes mesmo de assumir mandato no Legislativo. Os animais são entregues por seus donos, toda terça e quinta-feira, e segundo a vereadora, ficam apenas 30 minutos no gabinete, antes de serem enviados às clínicas.

“Além de contribuir com a causa animal, pois a castração impede a superpopulação e, consequentemente, o abandono, trata-se de um ato que ajuda na saúde pública”, explicou a vereadora.

Thaís comentou ainda que funcionários dos vereadores Alfredo Landim (PT), Valdete Fernandes (PDT) e Luzimar Silva (PMN), cujos gabinetes são vizinhos ao seu, também enviam animais para ela visando a castração.

registrado em: ,