Professora Magda Alice de Castro Lima recebe Título de Cidadania Anapolina

por Fernanda Morais publicado 08/05/2018 23h30, última modificação 08/05/2018 23h30
Professora Magda Alice de Castro Lima recebe Título de Cidadania Anapolina

Professora Magda Alice de Castro Lima recebe Título de Cidadania Anapolina

Na noite de quarta-feira (8.mai) foi realizada Sessão Solene par entrega do Título de Cidadania Anapolina a professora Magda Alice de Castro Lima. A proposta foi do vereador Jean Carlos (PTB), e a solenidade contou com a presença do presidente da Câmara, Amilton Filho (SD) e dos parlamentares, Domingos Paula (PV), Pastor Elias Ferreira (PSDB) e Teles Júnior (PV).

Entre os familiares da homenageada estavam o seu esposo, Alan Cardek de Souza Lima; suas filhas, Lívia Regina de Castro e Andrea Carolina de Castro Lima; seu genro Leonardo Junqueira; a nora Graziela Valente e seus netos, Alice Valente Lima e Alan Cardek de Souza Lima.

O presidente Amilton iniciou os discursos relembrando que a professora Magda e seu marido, Alan Cardek fizeram parte da melhor parte de sua infância. “Estudei no Gotinha de Luz por dez anos. A professora e sua família fazem parte da minha vida. Lembro de todos os professores, a Tia Sônia, a Sara, Elder, Rosângela, enfim todos. Ela nunca foi professora na minha sala, mas estava sempre presente. E era brava”, revelou.

O presidente lembrou que quando fazia a 4ª série ficou de castigo na secretária por não ter cumprido os horários da escola. Segundo ele, esse momento marcou sua trajetória escolar como o dia em que ele, de fato, aprendeu toda a tabuada e ainda fora da sequência.

“Acabou o recreio e eu não quis voltar para sala, preferi continuar brincando com meus colegas. O resultado foi que me levaram para diretoria de castigo. Fiquei até as 17 horas fazendo tarefa. Nesse dia decorei toda a tabuada. E isso também me marcou porque até hoje eu lembro dessa lição. Podem me perguntar, sei toda a tabuada e fora de ordem”, contou Amilton Filho.

O autor da propositura, vereador Jean Carlos comentou que os parlamentares procuram pessoas honestas, que tenha boa reputação perante a sociedade e que se destacam ou se destacaram na realização de seu trabalho. “E a senhora merece ter a sua dedicação, o seu comprometimento com a educação de Anápolis reconhecidos por essa Casa através desse título”, comentou.

O vereador do PTB avaliou que a professora Magda já teve milhares de alunos e com certeza se tornou uma pessoa inesquecível para todos eles. “A senhora marcou a infância dos seus alunos, dos familiares dos estudantes. É um prazer, eu como vereador, conceder esse título para alguém como a senhora. Meu filho mais velho foi seu aluno, e agora os meus dois filhos mais novos também são educados na escola que a senhora é a diretora. Fico muito feliz e tranquilo de saber que eles estão em boas mãos”.

Jean Carlos terminou seu pronunciamento dizendo que a homenageada da noite já era uma cidadã anapolina de fato, mas a partir de agora “se tornou cidadão por direito”. P petebista também citou uma frase do poeta Vinicius de Moraes que diz que “Mesmo que as pessoas mudem e suas vidas se reorganizem, os amigos devem ser amigos para sempre, mesmo que não tenham nada em comum, somentempor compartilhar as mesmas recordações”.

O vereador Teles Júnior contou que a professora Magda é amiga de toda sua família e como presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara Municipal ressaltou que o casal “Magda e Alan Cardek são exemplos de empreendedorismo na cidade. Souberam fazer de seu talento com a educação um negócio promissor para sua família. A senhora merece o título e essas homenagens da solenidade”.

Pastor Elias Ferreira representou a Comissão de Educação durante a sessão e disse que ao saber a data  que o Título de Cidadania seria entregue a professora Magda fez questão de estar presente. “Estou aqui prestigiando a sua conquista e a sua família. A indicação de Jean Carlos foi acertada”, discursou.

O vereador Domingos Paula disse que ainda não conhecia a professora Magda, mas reconhece que a concessão do Título de Cidadania, deve ser feita para pessoas como ela. “Que dentro de sua área de atuação colabora para o desenvolvimento da cidade. Agora já sabemos o que fazer com o presidente da Câmara se ele fizer algo de errado”, brincou.

A professora Magda disse que ficou muito feliz com a proposta de Jean Carlos. A educadora frisou que “valeu a pena receber essa energia positiva da Câmara Municipal. Com certeza levarei esse astral comigo”.  Em seu discurso ela relatou que a educação faz parte de sua vida, e que agora sua responsabilidade em fazer o melhor por seus alunos é ainda maior. “Obrigada Jean, obrigada a todos vocês que vieram me prestigiar e aos vereadores que aprovaram esse título para minha pessoa”, agradeceu.

A educadora recebeu ainda uma homenagem de sua família em uma mensagem lida por sua neta, Alice. “Vovó,  a senhora é um exemplo de inteligência e de pessoa guerreira. Estou aqui representando a nossa família. Temos muito orgulho da senhora. Te amamos”.

Magda Alice de Castro Lima nasceu em 13 de setembro de 1951 na cidade de Corumbaíba (GO) e veio para Anápolis em 1979 ao se casar com Alan Cardek de Souza Lima. Em Goiânia ela se formou em  Ciências Físicas e Biológicas pena Universidade Católica de Goiás.

Começou suas atividades na área da educação como professora auxiliar do Ensino Médio em 1976 em uma escola de Goiânia. Em Anápolis foi professora de Biologia no Colégio Estadual Polivalente Frei João Batista. Em 1987 fundou sua própria escola, a Gotinha de Luz, localizada no Bairro Maracanã onde foi diretora até  2005. Em 1992 fundou sua segunda escola na cidade, o Decisivo Júnior, dessa vez na divisa dos Bairros Jardim Progresso e Vila Jaiara onde é diretora até hoje. A maior paixão da nova cidadã anapolina é pela alfabetização.