Professora Geli repercute visita que vereadores da Comissão de Saúde fizeram ao Huana

por Fernanda Morais publicado 26/03/2019 11h34, última modificação 26/03/2019 11h34
Professora Geli repercute visita que vereadores da Comissão de Saúde fizeram ao Huana

Professora Geli repercute visita que vereadores da Comissão de Saúde fizeram ao Huana

Durante discurso na tribuna do plenário durante a sessão ordinária desta terça-feira (26.mar), a Professora Geli Sanches (PT), disse que os vereadores que fazem parte da Comissão de Saúde da Casa visitaram o Hospital Estadual de Urgências Dr. Henrique Santillo (Huana).

"Fomos conferir o que está sendo repercutido na cidade nos últimos dias em relação ao fechamento de 22 leitos da instituição - 16 de enfermaria e 6 de UTI's. E confirmamos que, realmente existe essa desativação mesmo", lamentou.

Geli disse que a explicação recebida pela Comissão de Saúde é que esses leitos fazem parte de um projeto de extensão aos atendimentos do hospital. "Porém, o Governo do Estado não repassou verbas para a manutenção dessa parte do Huana, por isso ficou enviável mantê-la em funcionamento", falou.

Segundo a parlamentar, o Huana que funcionava com 102 leitos, agora atua com 80. A vereadora do PT lamentou a situação e disse que essa diminuição de leitos prejudica a saúde pública municipal.

"O que vimos nos assustou muito. Leitos preparados para receber pacientes, mas que não funcionam por falta de recursos financeiros", reforçou.

Ainda em seu discurso a professora evidenciou que a Fundação de Assistência Social de Anápolis avisou ao Governo de Goiás que deixaria a gestão do Huana em breve.

"No comunicado divulgado pela instituição, a Fasa deixaria a gestão do Urgências em três meses. O tempo está correndo. No dia 21 de maio encerra esse prazo e, pelo que sabemos, até agora o Governo do Estado não tomou providências sobre o assunto. Não chamou a Fasa para conversar, nem falou sobre o chamamento de outra instituição para tomar conta do hospital", concluiu.