Presidente Leandro hipoteca apoio da Câmara aos pleitos da Acia e Comdefesa-GO

por Marcos Vieira publicado 19/03/2019 11h18, última modificação 19/03/2019 11h18
Presidente Leandro hipoteca apoio da Câmara aos pleitos da Acia e Comdefesa-GO

Reunião foi realizada no gabinete do prefeito nesta terça-feira (Foto: Ismael Vieira)

Em discurso na tribuna, nesta terça-feira (19.mar), o presidente Leandro Ribeiro (PTB) repercutiu reunião que teve na Prefeitura de Anápolis visando alavancar a implantação na cidade de um polo de indústrias de defesa.

O encontro com o prefeito Roberto Naves (PTB) teve a participação dos membros do Comdefesa-GO, o Comitê da Indústria de Defesa e Segurança de Goiás criado pela Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia), e abraçado pela Fieg (Federação das Indústrias do Estado de Goiás).

Estavam presentes o presidente da Acia, Anastacios Apostolos Dagios, e demais membros da entidade e do Comdefesa-GO, além do deputado estadual Amilton Filho (SD).

Leandro disse aos demais vereadores que acredita que a Câmara Municipal deva usar sua força política para atuar junto ao governo estadual visando alguns avanços importantes para a criação do polo de defesa.

Uma das ações seria a liberação de 50% da área da Plataforma Logística Multimodal para instalação dessas empresas. Também é preciso pedir à União e ao Estado que atuem para que a pista do aeroporto de cargas seja homologada.

“Com essa homologação, empresas como a Akaer, de São José dos Campos, que já tem interesse de vir para Anápolis, teria essa intenção reforçada”, informou Leandro Ribeiro.

O presidente também hipotecou apoio ao projeto da Acia de assumir a gestão do centro de convenções, instalando no local o Comdefesa-GO e também o polo tecnológico, garantindo a vinda para Anápolis de startups.

“É preciso liberar o centro de convenções para a entidade, do contrário o espaço ficará ocioso. Há dificuldades com o fornecimento de energia elétrica, mas é algo que pode ser resolvido”, discursou.

Leandro reforçou a necessidade de se destravar essas demandas, garantindo a geração de emprego e renda para Anápolis. Segundo ele, a cidade possui as condições ideais para receber o polo das indústrias bélicas, já que reúne elementos importantes.

“Temos o aeroporto de cargas e a área da Plataforma Logística, mas também temos a UEG, uma referência de ensino em Goiás, que já tem parcerias firmadas com o ITA [Instituto Tecnológico de Aeronáutica] e o IME [Instituto Militar de Engenharia]”, disse Leandro.

Para o presidente, com essas ações e a consequente consolidação do novo polo, Anápolis viverá um novo boom de crescimento, semelhante ao que aconteceu no passado, primeiro com os ceramistas, depois com os atacadistas e, mais recentemente, com o Daia.

registrado em: ,