Por iniciativa do vereador Pastor Elias, Câmara passa a ter Frente Parlamentar de Segurança Pública

por Marcos Vieira publicado 10/10/2017 16h55, última modificação 10/10/2017 16h55


Foi criada nesta terça-feira (10.out) a Frente Parlamentar de Segurança Pública, uma iniciativa do vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) que teve a adesão dos demais parlamentares, em uma sessão cujo foco novamente foi a falta de segurança em Anápolis.

A semana começou com a aprovação de uma Moção de Pesar à família do médico veterinário João Pedro Alarcão, morto durante uma tentativa de assalto na Avenida JK no domingo (8.out).

Os vereadores têm falado de maneira recorrente sobre a situação do presídio, que superlotado e com poucos agentes não oferece segurança suficiente. Nos últimos dias, sete detentos conseguiram fugir do local. Há um pedido de interdição na Justiça de iniciativa do Conselho da Comunidade na Execução Penal.

O vereador Pastor Elias disse que teve o aval do presidente Amilton Filho (SD) para a criação da Frente Parlamentar. “Com isso a gente ganha força para cobrarmos juntos aos governos nas esferas municipal, estadual e federal. A frente tem mais força. Agora não chegamos sozinhos, chegamos com um grupo”, explicou.

O presidente Amilton também falou da importância da Frente Parlamentar e reafirmou o apoio da Mesa Diretora às ações que visam garantir mais segurança pública à população de Anápolis. “É uma oportunidade para darmos mais ênfase a uma demanda que atinge toda a sociedade e que vem sendo discutido com frequência em plenário”, comentou.

Pastor Elias ressaltou que além de buscar apoio para as forças de segurança, que precisam de mais aparato e pessoas para combater o crime, a Frente Parlamentar pretende atuar também na prevenção. Uma das formas é realizando um trabalho nos bairros, em igrejas e associações de moradores, buscando valorizar a família e trabalhando propostas que evitem a entrada de jovens no mundo das drogas.

O vereador falou ainda que apesar de não ter as condições ideais, as polícias Civil e Militar de Anápolis realizam um trabalho heróico no combate ao crime. Ele disse que tem cobrado o governo estadual para que envie mais viaturas para a Companhia de Policiamento Especializado (CPE), que recentemente fez a formatura de 34 novos integrantes.

Pastor Elias disse que em pouco tempo a CPE conseguiu prender o réu confesso do homicídio do veterinário João Paulo Alarcão. Segundo ele, o criminoso ficou detido porque estava com um carro roubado, pois do contrário já estaria em liberdade.

O vereador também falou da necessidade da Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito de Anápolis voltar a realizar blitze para flagrar motoristas embriagados, outro problema na segurança pública de Anápolis.

Regimento
O Regimento Interno da Câmara Municipal regulamenta no artigo 66 que os vereadores podem criar frentes parlamentares como instrumento de ação coletiva. Esse grupo de trabalho preconiza incentivar e assistir estudos relativos a temas de interesse social, econômico e político.

O requerimento da Frente Parlamentar precisa ser subscrito por no mínimo 1/3 dos membros da Câmara e deve ser deferido pelo presidente.