Pastor Wilmar Silvestre lamenta tempo de espera por atendimento feito por viatura do IML

por Fernanda Morais publicado 07/05/2018 16h40, última modificação 07/05/2018 16h40

O vereador Pastor Wilmar Silvestre (PSC) disse que está preocupado o atendimento realizado por alguns setores do Instituto Médico Legal (IML), destaque para as viaturas que tem a finalidade de recolher cadáveres em Anápolis e região.

Pastor Wilmar contou que no último sábado (5.mai) estava de passagem pelo Bairro de Lourdes e próximo ao local onde é realizada a feira livre da região e se deparou com um aglomerado de pessoas e uma viatura da Polícia Militar.

“Era umas 7h30 da manhã. Parei e fui ver o que tinha acontecido. As pessoas me relataram que o tumulto era por conta de um corpo encontrado no espaço por volta das 4 horas da manhã, mas até aquele momento o IML não tinha chegado para fazer a remoção”, relatou.

O vereador disse que ficou preocupado com a situação devido o tempo que o corpo ficou exposto em via pública, sem ao menos ser coberto por um pano até que o IML chegasse. “A viatura do órgão chegou por volta das 8h15 da manhã. 4 horas depois de o corpo ser encontrado. A PM, dentro de suas funções, permanecia ali preservando a cena”, lamentou.

Pastor continuou seu pronunciamento afirmando que, a princípio não foi encontrado sinais de violência no corpo, mas posteriormente peritos atestaram que tratava-se de Marcos Carvalho, vítima de homicídio por arma de fogo.

“Diante disso me comprometo a solicitar informações a Secretaria Estadual de Segurança Pública sobre esse tempo de espera pelo serviço do IML. Se o problema é falta de estrutura, algo precisa ser feito. É inadmissível essa demora em um caso como esse. Falta de respeito com a vida, com a família e com as pessoas que se deparam com esse acontecido”, concluiu.