Pastor Wilmar critica Dnit por mortes em trecho da BR-153 no perímetro urbano de Anápolis

por Fernanda Morais publicado 08/10/2018 19h05, última modificação 08/10/2018 19h06
Pastor Wilmar critica Dnit por mortes em trecho da BR-153 no perímetro urbano de Anápolis

Pastor Wilmar Silvestre critica falta de atenção do Dnit com trecho da BR-153 que provoca mortes em Anápolis (Foto: Ismael Vieira

O vereador Pastor Wilmar Silvestre (PSC), lamentou mais uma morte que foi registrada no perímetro urbano da BR-153 em Anápolis. Em discurso no grande expediente durante a sessão ordinária desta segunda-feira (8.out), o parlamentar lembrou que neste final semana uma mulher sofreu um acidente de carro nas proximidades da ponte do Lírios do Campo. Segundo o vereador, o local já conhecido pela população e por autoridades, inclusive pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), exatamente pelos constantes acidentes com vítimas fatais. 

“Todos sabem que nesse ponto da BR se forma um espelho d’água que pode ser chamado de água assassina. Várias pessoas já morreram e, se o Dnit não mudar a estrutura da pista no local, infelizmente vamos contabilizar mais vítimas”, disse.

O vereador reforçou que o problema é antigo, tema de discursos frequentes dos vereadores na Câmara Municipal, mas mesmo assim, nenhuma providência é tomada pelos responsáveis. “Se preciso for, vou até Brasília para pedir que o Dnit se movimente. Até quando vamos permitir novas fatalidades em um mesmo ponto da rodovia? A vítima da vez foi a irmã Ideltina Teixeira, esposa do pastor Zezinho da Igreja Assembleia de Deus Ministério Anápolis. Mas esse problema é da cidade e temos que ir atrás de respostas”, concluiu.