Pastor Elias se reúne com permissionários e autoridades no Mercado Municipal

por Geovana de Bortole publicado 03/04/2017 14h09, última modificação 03/04/2017 14h09
Pastor Elias se reúne com permissionários e autoridades no Mercado Municipal

Pastor Elias se reúne com permissionários e autoridades no Mercado Municipal

Segurança no Mercado Municipal Carlos de Pina. Este foi o principal tema abordado durante a reunião entre o vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB), os permissionários e trabalhadores do local.

O parlamentar conseguiu reunir um grande número de autoridades para conversar com os funcionários do Mercado sobre a situação e encontrar juntos solução. O encontro ocorreu na tarde de sexta-feira (31.mar).

 Pastor Elias salientou que sabe que o problema com segurança não é exclusivo.  "O local se depara com diversas dificuldades, porém, essa questão tem sido a principal reclamação dos permissionários e frequentadores. O local precisa de atenção especial, precisa ser zelado e protegido", contou o tucano.

  O primeiro a conversar com os permissionários foi o Coronel Paulo Roberto, do 3° CRPM, que prometeu mais policiamento na região. "Algumas mudanças ocorreram no policiamento na cidade, e atualmente não existe o monitoramento interno. Me comprometo que as viaturas se tornem presentes aqui fora. Farei a ordem imediatamente", assegurou.

 A Delegada titular do 1° Distrito Policial e responsável pelo Mercado Municipal, Gênia Maria Eterna, pediu que os trabalhadores não deixem de denunciar quando forem vítimas de crimes. "A polícia civil é notificada sobre um crime somente depois de ocorrido. Estamos recebendo denúncias de estelionato principalmente entre pessoas humildes e idosos, na área central da cidade. Temos uma campanha nos meios de comunicação para que não caiam em golpes. Muitas vítimas não estão procurando a delegacia para denunciar, e por isso não podemos identificar o malfeitor", comentou. A delegada disse também que a insatisfação dos trabalhadores é a mesma da população brasileira. "Os maiores casos são de furto de celulares, estelionatos e golpes", revelou.

 Também presente no encontro, a delegada de atos infracionais Marisleide Santos lembrou que a maior parte dos crimes ocorrem no início do mês, quando os aposentados recebem seus salários. "Peço que não deixem os idosos irem ao banco sozinhos. Vamos ajudar na prevenção e evitar um fato criminoso. Liguem no 190 e 197 para denunciar um crime, pois a denúncia é anônima. E quando for vítima, apareçam na delegacia. A polícia civil está à disposição para tentar melhorar a vida de nossa sociedade", pontuou.

 Shirley Silva, locatária no Mercado Municipal, falou que foi criada no local, e atualmente os permissionários estão incomodados com o grande número de doentes mentais e menores infratores que frequentam o estabelecimento. "Estamos inseguros, presenciando cenas de delitos diariamente", reforçou.

 O Secretário de Desenvolvimento Econômico Vander Lucio Barbosa, comentou sobre a importância do local. "É sempre o primeiro lugar que visitamos em todas as cidades, por conter a história enraizada em cada mercado municipal.  São os empreendedores daqui que movimentam a economia, o PIB, da cidade. Vou somar forças para que possamos resolver a questão da segurança, do teto, do clima, goteiras, mas muita coisa não pode ser alterada, por ser patrimônio histórico. Quero buscar iniciativas privadas para que empresas possam ajudar a revitalizar o local", comentou. 

 Já o Diretor da CMTT, Carlos Cesar Toledo, falou sobre ações conjuntas com o Executivo. "Vamos modernizar a área azul com a implantação de sistema digital no centro, e em outros lugares da cidade, como Jundiaí e Vila Jaiara. A tecnologia irá operar o sistema, pois atualmente não temos o número de fiscais suficientes”, afirmou.

Carlos Cesar explicou ainda que as vagas serão sinalizadas, e um aplicativo no celular irá calcular o pagamento, que será permitido por no máximo duas horas. Também haverá pontos de vendas, e um dos locais é o Mercado Municipal. “A ideia é trazer rotatividade. Em outras cidades, como Recife, o sistema tem funcionado, e vai trazer maior fluxo de pessoas, e mais clientes", destacou.

 Finalizando o encontro, o delegado Gleison Reis, Secretário do Observatório de Segurança prometeu que o Executivo está trabalhando para reduzir a violência na cidade. "Estamos trabalhando em cima de estatísticas. Colocamos pessoas dentro do Mercado para fazer pesquisa de campo e levantar dados para começarmos com ações efetivas de combate à violência em todo centro de Anápolis. O trabalho está sendo desenvolvido. As pessoas vão sentir brevemente a diferença em relação a segurança na cidade”, concluiu.