Pastor Elias se compromete a ajudar transporte escolar a enfrentar a crise

por Marcos Vieira publicado 14/08/2020 15h36, última modificação 14/08/2020 15h36
Pastor Elias se compromete a ajudar transporte escolar a enfrentar a crise

Pastor Elias e membros da Astrea (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSD) se reuniu, nesta sexta-feira (14.ago), com membros da Associação do Transporte Escolar de Anápolis (Astrea), uma das categorias mais atingidas pela pandemia do coronavírus.

Com as aulas presenciais nas escolas suspensas desde 16 de março, cerca de 60 permissionários do transporte escolar ligados à Astrea perderam suas rendas.

O presidente da entidade, Amaury José Nogueira, informou ao vereador que colegas estão passando necessidade. Outros correm o risco de perder seus veículos, pois não possuem dinheiro para continuar pagando as prestações do financiamento.

O vice-presidente da Astrea, Edilson Honório, e o permissionário Enoque Gomes de Morais, também participaram da reunião, contando experiências vividas pela categoria nesse momento de crise. Segundo eles, até agora a única ajuda veio do Sindicato dos Transportes Escolares de Goiás, que doou 34 cestas básicas para profissionais de Anápolis.

Pastor Elias já havia cobrado um apoio da administração municipal para o transporte escolar. No dia 28 de maio, na audiência pública de prestação de contas do Executivo, o vereador questionou o prefeito Roberto Naves (PP) sobre o que ele poderia fazer para ajudar a categoria.

Agora, Pastor Elias elaborou uma Moção de Apelo ao chefe do Executivo, sugerindo a criação de um programa de auxílio emergencial para os donos das vans escolares. A propositura será apresentada em plenário na sessão de segunda-feira (17.ago).

“Os permissionários perderam abruptamente suas rendas, privando-os de honrar com seus compromissos, tais como tributos, financiamentos de veículos e até o mesmo o básico”, reforça o vereador na justificativa da Moção de Apelo.

A partir da oficialização do pedido de ajuda, a partir dessa propositura, Pastor Elias acredita ser possível abrir um diálogo entre a categoria e o prefeito para que sejam levantadas as possibilidades de apoio nesse momento tão complicado na vida de todos.