Pastor Elias repercute reunião com autoridades para discutir segurança pública na região do Daia

por Marcos Vieira publicado 12/08/2019 11h17, última modificação 12/08/2019 11h17
Pastor Elias repercute reunião com autoridades para discutir segurança pública na região do Daia

Pastor Elias repercute reunião com autoridades para discutir segurança pública na região do Daia (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) repercutiu na tribuna, nesta segunda-feira (12.ago), reunião realizada no Rotary Club Anápolis Daia, que tratou dos números na área da segurança pública no Distrito Agroindustrial de Anápolis e na cidade como um todo, comparando dados de 2017 e 2018, e de 2018 e 2019.

O vereador é presidente da Frente Parlamentar de Segurança Pública e informou que foi convidado pela reunião pelo presidente do Rotary Club Anápolis Daia, Amaury Miranda Esberard.

Estavam ainda no encontro o delegado regional Pedro Caires, o tenente-coronel Hrillner Braga Ananias (subcomandante do 3º CRPM), o tenente-coronel Ricardo Silveira Duarte (comandante do 3º BBM) e o Sargento Anderson José, representante do Observatório Municipal de Segurança Pública.

Entre os dados apresentados por Pastor Elias, referentes ao período de janeiro a junho, no comparativo de 2018 e 2019, as ocorrências de homicídio no Daia caíram em 100%: duas mortes no ano passado e nenhuma até agora.

Houve também uma queda de 57% nos roubos a transeuntes e redução de 67% no roubo de veículos. Os furtos de veículos também diminuíram de um ano para o outro: queda de 11%. Já o furto em comércio subiu 67%.

Sobre os dados da cidade toda, Pastor Elias citou queda de 50% nos latrocínios, e de 100% nos casos de lesão corporal seguida de morte. A cidade também teve redução de 61% nos roubos a transeuntes e de 60% nos roubos de veículos.

Ainda de acordo com os dados apresentados pelo vereador, no comparativo dos primeiros semestres de 2018 e 2019, o furto em comércio cresceu 46%. Um crime frequente na região, o roubo de carga, caiu 92% no período.

Pastor Elias defendeu a criação de uma delegacia de Polícia Civil no Daia, principalmente para atender moradores de bairros que ficam depois do distrito. “Porque é difícil para eles atravessarem a cidade e ir lá ao distrito policial do Parque Brasília”.