Pastor Elias questiona informativo da Saneago que fala em R$ 92 milhões em obras de esgoto em Anápolis

por Marcos Vieira publicado 19/11/2019 15h20, última modificação 19/11/2019 15h20
Pastor Elias questiona informativo da Saneago que fala em R$ 92 milhões em obras de esgoto em Anápolis

Vereador Pastor Elias Ferreira, do PSDB (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) disse na tribuna, nesta terça-feira (19.nov), que esteve em uma reunião promovida por um projeto social da Saneago no CEU do Jardim Alvorada, onde foi distribuído à população um informativo dizendo que a empresa está investindo R$ 92 milhões no sistema de esgotamento sanitário de Anápolis.

“Não sei onde estão colocando esse dinheiro”, criticou. Para ele, pareceu “coisa de fachada”, pois ao que parece gastam sim “um dinheirão com a consultoria”.

O vereador listou os bairros que segundo o informativo da Saneago vão receber rede de esgoto: Alphaville, Arco Íris, Arco Verde, Calixtolândia, Itatiaia, Santo Antônio, São João, Chácaras Americanas, Conjunto Habitacional Esperança 2, Conjunto Filostro Machado, Flor de Liz, Granville, Jamil Miguel, Jardim Alvorada, Jardim Bom Clima, Jardim Ibirapuera, Jardim Tesouro, Jardim São Paulo, Loteamento Jibran Eldhadj, Polocentro, Residencial Boa Vista, Morada Nova, Residencial Victor Braga, Santa Clara, Setor Sul 2ª Etapa, Setor Sul 3ª Etapa, Vivian Parque, Parque Brasília, São Conrado, Parque São Gerônimo, Parque São João, Alfredo Abraão, Residencial Ayrton Senna, Residencial Flamboyant, Residencial Maria Cristina, Residencial Morumbi, Residencial Reny Cury, Summerville, Vila Feliz, Santo André, Setor Industrial Aeroporto, Vila Esperança, Vila Mariana, Vila São Joaquim e Vila Sul.

Segundo o vereador, a informação é que o serviço realizado é de péssima qualidade, com tubulações que devem durar pouco perante o investimento que está sendo feito.

Na reunião ele ficou sabendo que a rede no Jardim Alvorada estava tendo entraves porque a Saneago não conseguia uma autorização do Dnit para fazer uma intervenção às margens da rodovia. “Fomos no Dnit e é conversa fiada, não tem isso. Agora nos disseram que o caso é com a Triunfo Concebra”, explicou.

MP
Pastor Elias também falou que esteve na inauguração da nova sede do Ministério Público em Anápolis, ao lado dos vereadores Fernando Paiva (PODE), Thaís Souza (PSL) e Teles Júnior (PMN). Segundo ele, dois promotores de Justiça o questionaram sobre a nova sede da Câmara, que seria construída no mesmo molde do MP, em um projeto da atual Mesa Diretora.

Chamamento público recente escolheu empresa que faria a obra de acordo com especificações repassadas pelo Poder Legislativo municipal, alugando o imóvel por 30 anos para ser a sua sede. Mas a construtora acabou desistindo.

O vereador do PSDB falou sobre a desistência da empresa, que alegou “politicagem”. “Há tanta injustiça nessa Câmara. Tem gente que parece que ganhou a eleição e já sabe aonde vai. Aparecem uns pés rapados que colocam farinha nos projetos. Vou pedir que o Corpo de Bombeiros faça uma vistoria aqui, pois há risco a todos que frequentam esse espaço. Também não podemos receber um deficiente, pois não há acessibilidade”, disse Pastor Elias.