Pastor Elias pede que deputado Amilton ajude a resolver pleitos de Anápolis que dependem do Estado

por Fernanda Morais publicado 18/05/2020 12h33, última modificação 18/05/2020 12h33
Pastor Elias pede que deputado Amilton ajude a resolver pleitos de Anápolis que dependem do Estado

Pastor Elias pede que deputado Amilton ajude a resolver pleitos de Anápolis que dependem do Estado

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSD) aproveitou a passagem do deputado estadual Amilton Filho (SD) na sessão ordinária dessa segunda-feira (18.mai) para reforçar alguns pedidos que seu gabinete já encaminhou para o Governo de Goiás. A ideia é que Amilton seja uma ponte entre os pedidos e as secretarias estaduais competentes.

O vereador disse que desde 2018, à época da gestão de José Eliton (PSDB) no Governo, pediu para que a Escola Estadual General Curado, localizada no Industrial Mounir Calixto, fosse ampliada e reformada. “Pedi ainda pela Salvador Santos, no Calixtópolis, que finalmente vai sair do papel, e ainda detalhei sobre a necessidade de construção de novas escolas na região do Residencial Filóstro Machado e Jardim Guanabara.

“Os alunos merecem e precisam de novas unidades escolares em Anápolis. Se tem verba do FNDE se tem projeto, não pode ser perdido. Já até pedi ao prefeito que pudesse fazer as indicações das áreas para serem construídas as novas escolas”, frisou.

Pastor Elias lembrou do projeto de transformação do Onofre Quinan em uma nova Escola da Polícia Militar que atenda a região norte de Anápolis. “Já fui com Amilton conversar com a direção da Onofre Quinan, mas agora com a dificuldade de manter os CPMGs que já existem, não acredito nessa transformação”, pontuou.

Para Goinfra Pastor Elias solicitou a limpeza, roçagem e instalação de placas sobre uso dos faróis no trecho da GO-330  que começa no final da BR-060 e vai até a empresa Caoa no Daia.

O vereador disse que pediu a sinalização da GO-560 que liga Anápolis ao distrito de Joanápolis. “É uma estrada perigosa, tem curvas que acontecem acidentes com frequência e precisam de redutores de velocidade ou algo semelhante. Já pedi também a limpeza dessa via”, detalhou.

Para Goinfra o vereador do PSD solicitou a sinalização da GO que liga a fabril a Campo Limpo de Goiás. “Outra perigosa, mas nada foi feito”.

Ainda para Goinfra, Pastor Elias comunicou que pediu a recuperação da estrada de chão que está próximo a Catarinense em um trecho de 7 quilômetros que liga a região ao município de Gameleira de Goiás.

“Tem uma ponte que está caída. A Prefeitura de Anápolis passa por ali, leva benfeitorias para essa estrada, mas a responsabilidade é do Estado. É uma estrada de chão, mas é uma GO”, explicou.

Por fim, o vereador voltou a falar sobre o Residencial Daiana 1 e 2. Pastor Elias frisou que desde quando assumiu mandato trabalha para resolver de quem é a responsabilidade do território. Para o parlamentar, se é Anápolis que atende as demandas de serviços essenciais para a população da região, o território deveria ser incorporado ao município.

“Hoje o Daiana 1 e 2 pertence a Silvânia, mas aquele povo sofre. Se precisa de uma viatura da PM, como não está na circunscrição do 3º CRPM que atua em Anápolis, eles têm que esperar uma viatura de Silvânia. Esses dias trouxe a questão de um corpo que ficou esperando horas para ser removido de casa, ali no Daiana, porque o Serviço de Verificação de Óbito de Anápolis também não tem responsabilidades com Silvânia. Conto com apoio do deputado Amilton, vamos juntos trabalhar essas questões”, terminou.