Pastor Elias faz Moção de Apelo para que governo construa sede para 2ª Delegacia da PRF

por Marcos Vieira publicado 11/03/2020 15h29, última modificação 11/03/2020 15h29
Pastor Elias faz Moção de Apelo para que governo construa sede para 2ª Delegacia da PRF

Vereador Pastor Elias, do PSDB (Foto: Ismael Vieira)

Moção de Apelo do vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB), aprovada na sessão desta quarta-feira (11.mar), pede ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que construa uma sede definitiva para a 2ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Anápolis.

O documento será encaminhado também ao diretor-geral da PRF no país, Adriano Marcos Furtado, e ao superintendente da PRF em Goiás, Álvaro de Resende Filho.

Em discurso na tribuna, Pastor Elias disse que sua reivindicação era um pedido do chefe da PRF em Anápolis, inspetor Luciano Clemente Ferreira. Em documento encaminhado ao vereador, o policial informou que desde maio de 2016, com a inauguração do posto de fiscalização na cidade, a sede da delegacia se encontra instalada em três contêineres.

“Fazemos apelo para que o ministro Moro e as outras autoridades possam construir uma sede administrativa aqui. Lá nem banheiro tem”, afirmou Pastor Elias, que prometeu reivindicar a construção da sede também aos deputados federais e senadores.

Os contêineres são considerados pela PRF “compactos e precários”. Com isso, policiais e cidadãos não contam com pia para assepsia, por exemplo. Falta ainda proteção contra descargas elétricas e os espaços não seguem as normas de acessibilidade previstas na legislação.

Outro problema da falta de uma sede é que a 2ª Delegacia não tem espaço adequado para armazenamento de equipamentos e documentação, utilizados rotineiramente na atividade administrativa da PRF.

O vereador destacou a importância da 2ª Delegacia da PRF, que conta com 46 policiais rodoviários federais e fiscaliza 600 quilômetros de rodovias. “A responsabilidade é pela BR-060, do km 42 ao km 107; BR-414, do km 440 ao km 300; BR-153 entre o km 444 e km 287; e a BR-070, do km 121 ao km 191”, relacionou.

Segundo Pastor Elias, a sede administrativa representaria melhores condições para a PRF desempenhar seu papel, já que além da extensão da sua área de abrangência, é preciso considerar a periculosidade dos trechos das rodovias federais no perímetro urbano de Anápolis, com mortes frequentes.

Dengue
Pastor Elias disse ainda na tribuna que a população precisa se preocupar mais com a dengue.

“Porque estão se preocupando com o coronavírus e esquecendo da dengue. O mosquito está atacando. Temos mais de 600 agentes na rua e a população acha que ele tem que entrar na casa e limpar o lixo. Esquece o coronavírus, a dengue está matando. Vamos cuidar de casa, limpar as coisas”, ressaltou.