Lélio repercute resposta do presidente do Senado a uma Moção de Apelo da Câmara Municipal

por Marcos Vieira publicado 07/05/2019 11h40, última modificação 07/05/2019 11h40
Lélio repercute resposta do presidente do Senado a uma Moção de Apelo da Câmara Municipal

Lélio repercute resposta do presidente do Senado a uma Moção de Apelo da Câmara Municipal (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Lélio Alvarenga (PSC) trouxe à tribuna, na sessão desta terça-feira (7.mai), resposta do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, a uma Moção de Apelo enviada a ele em 12 de março, pedindo a confecção de leis com o objetivo de coibir ataques religiosos ao cristianismo e suas doutrinas de fé.

O documento de autoria do vereador do PSC foi aprovado em plenário e encaminhado ao Senado e também à Câmara Federal. “E mais uma vez recebemos uma resposta em tempo recorde”, comentou Lélio.

Segundo ele, o presidente do Senado informou que encaminhou o pedido à Comissão de Assuntos Sociais do Senado, frisando que todos os encaminhamentos serão dados, “sem que nenhuma liberdade constitucional seja ferida”.

A Moção de Apelo do vereador foi feita devido a casos de desrespeito aos cristãos em eventos públicos, como o Festival de Inverno de Garanhuns (PE) e o desfile das escolas de samba de São Paulo, no último carnaval.

“Ante a vastidão de tais ataques e considerando que vivemos em um estado laico, onde todos os brasileiros têm o direito de professar e manifestar sua fé, sem com isso ser escárnio ou descriminalizado em relação aos outros, que por ventura acreditam e pensam de forma diferente, solicitamos que estas Casas elaborem uma lei, cujo objetivo seja coibir ataques religiosos ao cristianismo e suas doutrinas”, explicou Lélio na Moção de Apelo.

registrado em: ,