Lélio Alvarenga elogia cláusula de barreira que deve diminuir número de partidos no Brasil

por Marcos Vieira publicado 10/10/2018 11h10, última modificação 10/10/2018 11h10
Lélio Alvarenga elogia cláusula de barreira que deve diminuir número de partidos no Brasil

Lélio diz que excesso de partidos dificulta governabilidade (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Lélio Alvarenga (PSC) elogiou a cláusula de barreira em vigência na eleição deste ano, que pode levar 14 dos 35 partidos políticos no Brasil à extinção em 2019, por não terem alcançado um mínimo de 1,5% de votos válidos nacionalmente ou eleger nove deputados federais em nove estados da União, pelo menos.

Em discurso na tribuna, nesta quarta-feira (10.out), Lélio disse que sempre combateu o número excessivo de partidos políticos, que segundo ele faz com que seja impossível ao Executivo administrar a máquina pública. “São muitos partidos, com tantas ideologias e diversos interesses prejudicando a governabilidade”, frisou o vereador.

A cláusula de barreira pode levar as siglas à extinção porque sem atingir o mínimo exigido de votos e eleitos, ela fica sem o fundo partidário, que é o principal recurso financeiro dos partidos no País.

Para Lélio, o grande número de agremiações impede que prefeitos, governadores e o presidente da República de escolher sem auxiliares de forma técnica. “A coligação formada na eleição, quanto maior ela for, fica mais complicado, pois acaba provocando o fatiamento da administração”, comentou o vereador.