Lacerda pede melhor organização das filas nas agências da Caixa Econômica Federal

por Marcos Vieira publicado 04/05/2020 12h33, última modificação 04/05/2020 12h33
Lacerda pede melhor organização das filas nas agências da Caixa Econômica Federal

Vereador Luiz Lacerda, do PT (Foto: Ismael Vieira)

Em discurso na tribuna, na sessão desta segunda-feira (4.mai), o vereador Luiz Lacerda (PT) cobrou da Caixa Econômica Federal que faça a gestão das filas que estão se formando na porta das suas agências, de pessoas em busca do auxílio emergencial de R$ 600 do governo federal.

Segundo ele, sem qualquer tipo de fiscalização, essas filas estão se transformando em aglomerações que facilitam a proliferação do coronavírus. “Nada contra a fila, mas desde que ela seja organizada cumprindo os decretos”, disse Lacerda.

O vereador contou que no sábado (2.mai) passou na porta de uma agência, antes das 8h, e viu uma fila de mais de 300 metros, sem qualquer tipo de organização na parte final, mesmo com grande presença de idosos. “A Caixa também tem que dar o exemplo”, completou.

Ainda sobre a Covid-19, Luiz Lacerda comentou sobre os 100 mil contaminados e 7 mil mortes registradas no Brasil. “É lamentável e isso comprova o que falamos desde o começo, da total omissão do governo federal em relação a esse assunto”.

Lacerda comentou que o presidente Jair Bolsonaro será denunciado por crimes por aquele que era o nome de maior credibilidade do seu governo, o ex-ministro Sérgio Moro, “o salvador da pátria”, mas isso ainda requer defesa.

“Mas em relação as 7 mil mortes, o senhor Jair Bolsonaro já cometeu crime e vai pagar por isso. Muitos mortos são aqueles que acreditaram nele quando falou que era gripezinha, quando saiu às ruas sem proteção e dando a entender que podia fazer isso. Boa parte dessas mortes debita-se ao senhor Jair Messias Bolsonaro”, disse Lacerda.

O vereador também falou sobre o “e daí?” proferido por Bolsonaro quando questionado sobre o grande número de mortes. “A resposta é o atestado de incapacidade do governo. Se você escolhe um líder para chefiar o seu grupo e quando precisa, a coisa arrocha, ele vira e diz ‘quer que eu faça o quê?’ Ele serve para quê? Mostra total incapacidade do governo no gerenciamento do assunto”, afirmou Lacerda.

registrado em: ,