João da Luz pede uma ambulância para o Hospital Municipal Jamel Cecílio

por Marcos Vieira publicado 13/03/2018 15h56, última modificação 13/03/2018 15h56

O vereador João da Luz (PHS) reivindicou na tribuna, nesta terça-feira (13.mar), que a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) adquira uma ambulância para o Hospital Municipal Jamel Cecílio. Ele disse que ficou surpreso ao saber que a unidade não possui este tipo de veículo.

“A necessidade foi confirmada pelo diretor do Hospital Municipal”, disse João da Luz. Ele citou o caso de um engenheiro que quase morreu de embolia pulmonar ao ser levado ao HM devido a uma fratura exposta. “Ele foi deixado equivocadamente pelo Samu no local e não tinha uma ambulância para levá-lo. Acabou sendo transportado por outro meio para a unidade adequada”, discursou.

João da Luz também pediu à Semusa uma nova dinâmica na entrega de senhas os postos de saúde. “Muitos voltam para casa sem atendimento, depois de terem chegado à unidade de madrugada”, explicou o vereador. Para ele, o ideal é que as senhas sejam distribuídas em outro momento, para evitar que os pacientes sejam vítimas da violência. “Também não se pode limitar em 20 senhas por dia”, completou.

O vereador do PHS também parabenizou a secretária de Saúde, Luzia Cordeiro, por ter tido a sensibilidade de responder um requerimento de sua autoria, aprovado em plenário. “Ela respondeu sobre aquele prédio fechado no Jardim Promissão. Disse que não será possível implantar um posto de saúde no local, porque será aberta uma unidade daqui a 60 dias no Bairro Santos Dumont. É isso, precisamos de resposta do Executivo, ou sim ou não”. João da Luz ressaltou que se o prédio não poderá virar um posto de saúde, que a administração municipal o aproveite para algo.