João da Luz apoia ações contra Covid-19 e pede distribuição de alimentos estocados em escolas

por Orisvaldo Pires publicado 25/03/2020 13h15, última modificação 26/03/2020 13h06
João da Luz apoia ações contra Covid-19 e pede distribuição de alimentos estocados em escolas

João da Luz manifesta apoio às ações contra Covid-19 e pede distribuição de alimentos estocados em escolas

O vereador João da Luz (Progressistas) publicou manifesto sobre a posição das autoridades no combate ao Covid-19. Também vai encaminhar ofício ao Executivo, com sugestão para que alimentos perecíveis que estão das despensas de escolas e Cmeis sejam distribuídos para famílias carentes e pessoas internadas em hospitais. 

Seguem os dois documentos: 

Manifesto nº 04 / 2020 

Eu Vereador João da Luz nos atributos da função a que me são conferidas enquanto corpo do legislativo municipal, manifesto favorável ao isolamento da população em suas residências, para que assim possamos reduzir o índice de contaminação.

Ante a isso, me manifesto favorável ao fechamento desta Casa de Leis durante o período de quarentena determinado pelo Chefe do Executivo Municipal.

Reitero ainda que a todos que puderem exercer esse ato de civilidade e empatia ao próximo por meio de atitudes que visam o benefício e a prevenção do bem comum, seja através do isolamento e da quarentena, agem com responsabilidade e amor ao próximo.

Importante ressaltar que o município de Anápolis até a presente data registrou 09 (nove) casos suspeitos e 03 (três) casos confirmados de COVID-19, dentre eles de uma paciente de 69 (sessenta e nove) anos que veio recentemente da Itália, confirmando também uma morte no Brasil.

Como a prefeitura manifestou frente o caso da paciente de 69 (sessenta e nove) anos, a mesma já está recebendo acompanhamento e permanece em isolamento domiciliar junto a seus contatos diretos, Mirlene Garcia explicou que sobre este caso confirmado, a Vigilância Epidemiológica foi notificada pelo laboratório da rede privada que realizou o exame. “A própria pessoa procurou um laboratório privado e fez o exame. Ressaltando que, por ser um laboratório validado pelo Ministério da Saúde, não há necessidade de contraprova”, explicou.

A gerente ainda ressaltou que, de imediato, a equipe se deslocou até a residência desta paciente e já iniciou o trabalho de rastreamento de todos os familiares. “Iniciamos a categorização de todos os contatos diretos, vamos rastrear o vôo, companhia aérea, grupo de viagem e todos os dados necessários sobre o caso”, disse.

A infectologista Deborah Mota também comentou que todo o histórico desta paciente será levantado e todas as informações analisadas. “É importante saber de todos os detalhes. Lembrando que uma pessoa com o vírus pode contaminar até três”, afirmou.

 

A médica aproveitou para ressaltar a necessidade de atender a todas as orientações repassadas pelo Ministério da Saúde, Estado e Município. “É fundamental que a população atenda a esse chamado de proteção e cuidado”, disse.

Ressalta-se que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

O município de Anápolis já está realizando várias ações preventivas e de controle.

A prefeitura se manifestou objetivando acerca da criação de cinco Unidades de Referência em Coronavírus (URC), que serão instaladas nas Unidades de Saúde da Vila União, do Recanto do Sol, do Bairro São José e do Bairro de Lourdes – estas com atendimento das 7 horas às 22 horas, todos os dias, e na Unidade do Parque Iracema, com atendimento 24 horas. O funcionamento das unidades, a partir de quarta-feira (18), passa a ser feito exclusivamente para casos relacionados ao coronavírus, cada Unidade de Referência terá três equipes, uma fixa e duas volantes, compostas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. As URC darão suporte para os postos de saúde de toda a cidade. Estão sendo preparados cerca de 100 leitos de enfermaria e 30 leitos de UTI para atendimento exclusivo de casos de coronavírus.

Embora o alerta sirva para toda a população, foi delimitado um grupo de risco em que se encontram crianças de 0 a 3 anos, idosos a partir de 60 anos e portadores de doenças crônicas como por exemplo diabetes e hipertensão. Esse grupo de risco deve procurar atendimento nas Unidades de Referência em caso de qualquer sintoma de gripe e/ou falta de ar. Para pessoas que não participam do grupo de risco, em caso de sintomas de gripe, a orientação é de iniciar o atendimento através do ZAP da Prefeitura (acessando pelo celular o link www.anapolis.go.gov.br/portal/zapdaprefeitura/), onde um canal exclusivo – o ZAP do Coronavírus – ficará disponível a partir de quarta-feira (18) para atendimento, ou ainda pelo Disque 156, também por telefone.

 

Para os casos de falta de ar, a indicação é buscar atendimento presencial, ainda que o paciente não pertença ao grupo de risco. A finalidade do critério é criar formas de evitar que pacientes em geral procurem atendimento presencial nas unidades de saúde do município para que não se exponham ao risco de contrair a doença. A recomendação principal é não sair de casa sem atender critérios mínimos para atendimento nas unidades de saúde. As equipes da Secretaria Municipal de Saúde podem fazer atendimento domiciliar sempre que verificarem tal necessidade. Unidades de Referência trabalharão, sobretudo, com atendimento agendado.

Outra recomendação importante é evitar qualquer tipo de aglomeração de pessoas, além de higienizar corretamente as mãos várias vezes ao dia, evitando contato com olhos, boca e nariz.

Os tratamentos odontológicos oferecidos pela rede pública do município que já foram iniciados serão concluídos, mas, como medida preventiva, novos atendimentos estão suspensos, exceto em casos de urgência e emergência.

O Centro de Convivência de Idosos (CCI), da Prefeitura de Anápolis, terá suas atividades interrompidas, pois todas ocorrem em âmbito coletivo e os freqüentadores são do grupo de risco, em sua maioria idosos com mais de 60 anos.

Todas as medidas foram tomadas em conjunto com os governos estadual e federal, seguindo protocolos internacionais”, afirma o prefeito Roberto Naves, que chama a atenção da população para combater as fake news, buscando informações oficiais junto aos meios de comunicação da Prefeitura:

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Companhia Municipal de Trânsito e Transportes (CMTT), e a empresa de ônibus Urban já reforçaram as ações para prevenção do coronavírus no sistema de transporte coletivo de Anápolis. Estão adotadas medidas para conscientizar a população sobre como evitar o contágio e para maior higienização do terminal e dos ônibus. O objetivo é atuar fortemente na prevenção, já que o sistema de transporte coletivo do município, com 190 ônibus, transporta mais de 50 mil passageiros por dia.

 

A parceria da CMTT e da Urban visa antecipar qualquer problema futuro e conscientizar a população a tomar os cuidados necessários para evitar a contaminação”, diz o diretor da CMTT, Fernando Cunha.

Entre as medidas previstas, que já estão valendo, há o reforço na higienização dos ônibus (duas vezes ao dia) e terminal urbano, isolamento de bebedouros localizados no terminal e distribuição de álcool em gel para todos os funcionários da empresa. Cartazes informativos já foram colocados em terminais, dentro dos ônibus e em postos de venda do sistema de transporte. Outra medida é a adequação de novos horários alternativos, para dar mais comodidade à população.  

"Nosso objetivo é garantir que o transporte coletivo funcione normalmente e este trabalho possa minimizar os riscos de contágio do coronavírus”, finalizou Fernando Cunha.

Importante ressaltar que quarentena e isolamento domiciliar não se confunde com períodos de férias ou lazer, sendo esta uma medida emergencial realizada a nível mundial no sentido de conter essa pandemia.

É necessário que tenhamos pensamentos e ações altruístas em relação às demais pessoas. É fundamental que nos abasteçamos de alimentos em nossas casas, contudo, que não deixemos de pensar no próximo e que não esqueçamos que outras pessoas também necessitam de alimentos, itens de higienização e prevenção em face desse vírus durante esse período de quarentena.

Agindo em respeito e comungando pelos direitos da coletividade que manifesto contrário a todas as vendas de produtos de prevenção ao coronavírus, cujos fornecedores e demais envolvidos nesta linda de mercado, estejam visando apenas o lucro, haja vista que em situações como está, o único objetivo que temos que desenvolver enquanto seres humanos é o de empatia frente ao próximo. Assim manifesto que a população quando perceber qualquer ato de falta de ética e respeito ao consumidor no sentido aqui explanado, que denuncie tais ações junto ao Procon para que este órgão possa proceder de forma coesa junto aos infratores, visando restabelecer a todo custo o bem comum social.

 

Para nos prevenirmos é necessário:

- Lave as mãos com freqüência, com água e sabão, ou higienize com álcool em gel 70%;

- Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos;

- Se tiver sintomas, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até receber orientação de nossas equipes pelo ZAP da Prefeitura. A menos que você pertença a grupo de risco ou sinta falta de ar, quando o indicado é buscar atendimento presencial em unidades de referência;

- Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão;

- Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

Assim me manifesto. 

Câmara Municipal de Anápolis/GO, 17 de março de 2020.
Vereador “João da Luz

  

Anápolis, 25 de março de 2020
Ofício nº 030/2020 

Ao Chefe do Executivo Municipal de Anápolis/GO. 

Assunto: Solicitar que os alimentos estocados nas Unidades Educacionais de Anápolis/GO sejam doados as famílias cujos componentes sejam pessoas em situação de risco e de vulnerabilidade, bem como, doados aos hospitais do município.

Este gabinete, na pessoa do vereador ’João da Luz’ solicita ao Chefe do Poder Executivo Municipal de Anápolis que os alimentos estocados nas Unidades Educacionais de Anápolis/GO sejam doados as famílias cujos componentes sejam pessoas em situação de risco e de vulnerabilidade, bem como, doados aos hospitais do município, vez que os alimentos são perecíveis e possuem prazo de validade e até o momento devido à situação de calamidade pública instalada, as escolas públicas municipais não podem determinar ao certo acerca do dia que retornarão às suas atividades presenciais.

Atento ao pedido dos próprios docentes no tocante à preocupação desses alimentos estocados virem a perder, que através do vereador que abaixo assina, solicitam urgência frente ao uso correto e eficaz desses alimentos, permitindo-os assim sua doação aos que dele necessitam no momento.

Certo que a solicitação será atendida que se reitera votos de estima e consideração. 

Respeitosamente, 

JOÃO DA LUZ
VEREADOR

 

Anápolis, 25 de março de 2020
Ofício nº 031/2020
 

Ao Diretor do Procon/Anápolis/GO. 

Assunto: Solicitar fiscalização frente aos mercados, lojas de conveniências, farmácias no tocante ao suposto abuso de preços de alimentos, assepsia e de equipamentos de uso individual.

Este gabinete, na pessoa do vereador ’João da Luz’, atual presidente da Comissão de Direito do Consumidor nesta Casa de Leis, e demais membros desta comissão, solicitam ao Diretor do Procon de Anápolis que seja realizada fiscalização junto aos locais acima citados, pois foi noticiado ao vereador que abaixo assina, que alimentos, produtos de uso pessoal e de assepsia são comercializados acima do preço de mercado. O que configura abuso contra o consumidor. De modo que entende como de suma importância que o Procon proceda com a autuação junto aos comércios que, por ventura, estejam agindo de má fé, contra o consumidor em nosso comércio local.

Aproveita ainda a oportunidade para ressaltar que os preços encontram-se majorados em até cinco vezes e que tal situação vem ocorrendo em diversos estabelecimentos comerciais em nosso município. Sendo estas as informações que me foram repassadas por consumidores residentes em diversos locais diferentes da cidade. 

Certo que a solicitação será atendida que se reitera votos de estima e consideração. 

Respeitosamente,                              

JOÃO DA LUZ
VEREADOR

registrado em: ,