Jean Carlos conclama vereadores a irem até o governador, cobrar assinatura de convênio com a Santa Casa

por Marcos Vieira publicado 14/05/2019 17h02, última modificação 14/05/2019 17h02
Jean Carlos conclama vereadores a irem até o governador, cobrar assinatura de convênio com a Santa Casa

Jean Carlos conclama vereadores a irem até o governador, cobrar assinatura de convênio com a Santa Casa (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Jean Carlos (PTB) conclamou em discurso na tribuna, nesta terça-feira (14.mai), que a Câmara Municipal vá em comitiva à Goiânia, no governador Ronaldo Caiado (DEM), cobrar a assinatura imediata de convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Anápolis.

A não renovação de convênio no valor de R$ 429 mil com a instituição, desde janeiro deste ano, gerou um déficit que obrigou a Santa Casa a fechar seu pronto-socorro. Há ainda parcelas referentes aos últimos meses de 2018, na gestão José Eliton (PSDB).

Com isso, prosseguiu o vereador, centenas de anapolinos e moradores da região estão sofrendo com a falta de assistência. A UPA da Vila Esperança, unidade municipal, não está conseguindo absorver os pacientes que eram atendidos na Santa Casa.

Jean questionou como um governo que arrecada R$ 1,8 bilhão por mês não consegue repassar R$ 429 mil para uma instituição filantrópica, uma Santa Casa tradicional em Goiás, da cidade com a segunda maior receita do Estado.

“E se trata de um governador nascido em Anápolis, médico. Na campanha ouvi dele que caso fosse eleito, a saúde em Goiás seria de excelência. E é isso que nós recebemos”, ressaltou o vereador do PTB.

Jean Carlos afirmou que a população anapolina chora o fechamento da Santa Casa e questionou se o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino Júnior, tem interesse de se dedicar a Goiás de fato, sendo um cidadão de fora, que não conhece a história e importância das instituições locais.

Jean citou o empenho do prefeito Roberto Naves (PTB) em resolver o problema da Santa Casa, repassando recursos municipais na forma de convênio, portanto é importante que os vereadores sigam o ajudando nessa cobrança, para que o governo estadual retome suas obrigações.

“Não estou aqui para discorrer sobre a biografia do governador, mas se não dá conta de repassar esse recurso para a Santa Casa, o que podemos esperar de outras áreas”, comentou Jean.