Professora Geli sugere criação de comitê educacional para estreitar diálogo com a comunidade escolar

por Fernanda Morais publicado 27/04/2020 11h10, última modificação 27/04/2020 11h10
Professora Geli sugere criação de comitê educacional para estreitar diálogo com a comunidade escolar

Geli sugere de criação de comitê educacional para estreitar diálogo com a comunidade escolar (Foto: Ismael Vieira)

A vereadora Professora Geli Sanches (PT), usou a tribuna durante a sessão ordinária desta segunda-feira (27.abr), para informar sobre um debate levantado pela Comissão de Educação da Câmara Municipal, da qual é a presidente.

“Estamos preocupados com o tempo sem aula. Com o afastamento dos alunos por tanto tempo das escolas. Também estamos preocupados, e tenho sido abordada por pais de alunos e professores, e vamos encaminhar uma indicação ao prefeito Roberto Naves, propondo que seja criado um Comitê Educacional conduzido pela Secretaria Municipal de Educação, com os técnicos do Conselho Municipal de Educação, para abrir um diálogo com pais, professores, Câmara Municipal, no sentido de repassar orientações necessários nesse tempo de suspensão de aulas”, disse.

A vereadora falou sobre o novo decreto municipal que será publicado nesta segunda-feira, porém a certeza é que as aulas nas unidades escolares seguirão suspensas para evitar a propagação da covid-19.

“E é importante que se faça isso respeitando os pareceres técnicos da Organização Mundial de Saúde, do Ministério da Saúde e da nossa Vigilância Sanitária. Mas é importante também manter um diálogo próximo com a comunidade escolar enquanto se mantiver esse distanciamento pedagógico. Por isso vamos enviar essa indicação para criação do comitê ao prefeito Roberto”, justificou.

A vereadora também falou sobre o parecer do Conselho Municipal de Educação que não indica o Ensino a Distância (EAD) para as escolas municipais que trabalham com a iniciação escolar. Segundo ela, a decisão é acertada, mas que também tem gerado dúvidas aos pais e professores.

“Então por tudo isso, seria útil a formação desse comitê, e estamos dispostos a colaborar com esse trabalho”, ponderou.

A professora também falou sobre a iniciativa do Executivo Municipal em repassar os alimentos que estão na dispensa das unidades escolares para os alunos matriculados na rede. Segundo ela, o lanche é das crianças e não faria sentido arriscar perder os mantimentos. Para ela, a decisão em entregá-los as famílias é justa.

Geli Sanches também lembrou que hoje, dia 27 de abril é comemorado o dia da empregada doméstica. “E em nome da minha amiga Thelma, que me ajuda em casa há 15 anos e já faz parte da minha família, eu parabenizo todas as secretárias do lar de nossa cidade”, finalizou.