Geli destaca saúde em seu discuro com foco para Dia Mundial de Combate ao Câncer

por Fernanda Morais publicado 08/04/2019 14h44, última modificação 08/04/2019 14h44
Geli destaca saúde em seu discuro com foco para Dia Mundial de Combate ao Câncer

Geli destaca saúde em seu discuro com foco para Dia Mundial de Combate ao Câncer

A vereadora Professora Geli Sanches (PT), lembrou que hoje, 7 de abril é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. Em discurso na tribuna do plenário a vereadora repercutiu a data e parabenizou o trabalho que Valber Barreto desenvolve em Anápolis.

"Ele é o presidente do Núcleo Esperança. Uma instituição que apoia crianças em tratamento contra o câncer, não só de Anápolis, mas de todo Estado. Valber merece não só nosso apoio, mas nosso respeito pela causa que ele abraçou", pontuou.

Geli Sanches repercutiu o encontro dos vereadores com o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino na semana passada. "A conversa foi proveitosa e esclarecedora. O atendimento a saúde pública de Anápolis tem que ser melhorada. E vamos acompanhar os desdobramentos e cumprimento das promessas feitas pelo Governo de Goiás para nossa cidade", garantiu

A professora disse que recebeu um email, segundo ela, endereçada a todos os vereadores da Casa, com pedidos de atenção para a saúde mental do município. Segundo ela, consta na correspondência eletrônica que está faltando o medicamento gardenal nas farmácias das unidades de saúde.

"Quando o paciente consegue o remédio, é liberado apenas metade do que é pedido na receita. Depois para conseguir o restante do medicamento, é preciso passar por nova consulta médica. É um transtorno que atrapalha o tratamento", disse.

A vereadora explicou que o email pediu respostas sobre os comunicado emitidos pela regulação a respeito da realização de exames e cirurgias. Segundo Geli, o aviso de liberação dos procedimentos chega em cima da hora para o paciente, e as vezes sem ter acesso a informação, esse paciente não consegue chegar as unidades de saúde para ser atendido a tempo.

"Temos reclamações também quanto a demora na realização de cirurgias cardíacas, como a colocação de marcapasso. "Essa fila de espera é prejudicial ao tratamento e recuperação do paciente. São demandas que exigem solução para que paciente não seja prejudicado", completou.