Domingos defende importância do ‘Natal de Coração’ para moradores mais carentes de Anápolis

por Marcos Vieira publicado 20/11/2019 17h55, última modificação 20/11/2019 17h53
Domingos defende importância do ‘Natal de Coração’ para moradores mais carentes de Anápolis

Vereador Domingos Paula, do PV (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Domingos Paula (PV) subiu à tribuna, nesta quarta-feira (20.nov), para discordar do posicionamento do colega, Lélio Alvarenga (PSC), que fez críticas aos valores que serão gastos na edição deste ano do projeto ‘Natal de Coração’, da Prefeitura de Anápolis.

“Quero discordar da fala do vereador Lélio. Porque a cidade tem vários e vários investimentos que é preciso fazer, mas quando o senhor fala da saúde, o município tem parceria com Santa Casa, Maternidade dr. Adalberto, a melhor UPA Pediátrica do Centro-Oeste, tem investido nas unidades, com duas que atendem até 22h. Poderíamos pegar todo investimento e usar em um só local da saúde, que mesmo assim não iria resolver, pois a demanda é infinita e crescente”, argumentou Domingos.

Na sequência, o vereador do PV apresentou alguns questionamentos ao colega. “O senhor é contra o ‘Natal de Coração’ nos bairros? É contra esse projeto social? É contra o Arraiana?”, discursou Domingos.

O vereador comentou que a gestão atua em diferentes áreas e que o lazer e a cultura são importantes nesse contexto. Ele citou, por exemplo, as dez arenas esportivas em construção e 30 novas praças que serão feitas pela atual gestão. Sobre o ‘Natal de Coração’, Domingos explicou que o projeto irá contemplar 25 regiões de Anápolis, inclusive os distritos.

“Que o senhor participe desses eventos, que esteja presente no momento de levar alegria às crianças carentes da nossa cidade. Temos que ter investimento também no lazer, principalmente para quem mora nos bairros periféricos, que são pessoas sofridas”, reforçou Domingos.

O vereador lembrou que passou a infância no Bairro de Lourdes e muitas pessoas achavam que as crianças daquela época virariam bandidos. “Mas não, seguimos na vida e hoje lembro o quanto eventos do tipo eram importantes para a gente”, completou.