Domingos defende decisão do prefeito em investir em rede de atendimento para o coronavírus

por Marcos Vieira publicado 07/04/2020 11h19, última modificação 07/04/2020 11h19
Domingos defende decisão do prefeito em investir em rede de atendimento para o coronavírus

Vereador Domingos Paula, do PV (Foto: Ismael Vieira)

Em discurso na tribuna na sessão desta terça-feira (7.abr), o vereador Domingos Paula (PV) fez uma defesa das ações municipais na área da saúde, em combate ao coronavírus. Ele rechaçou o posicionamento do empresário Edson Tavares, que em redes sociais fez críticas aos investimentos neste momento de pandemia.

“O senhor [Edson Tavares] é muito despreparado. A Prefeitura de Anápolis está fazendo trabalho de prevenção, pois haverá crescimento dos casos. O senhor pegou uma fala de uma emissora de rádio e falou outra coisa em cima. Por mim, se fosse possível, deveria investir não só R$ 4 milhões, mas R$ 10 milhões, porque é a área da saúde”, afirmou Domingos.

Segundo o vereador, é preciso respeitar a população e ter ciência de que o momento é para se investir na prevenção. “Não é hora de fazer política, é hora de cuidar da população da nossa cidade”, completou. Domingos frisou que os 23 vereadores e os três deputados estaduais de Anápolis estão trabalhando unidos nesse momento complicado para todos.

“Aqui na Câmara temos colegas fazendo belos trabalhos sem qualquer divulgação. Porque realmente não precisa. É a força política fazendo um trabalho para ampliar a capacidade de a cidade tratar pessoas contaminadas com a covid-19”, ressaltou Domingos. De acordo com ele, quem achar que existe irregularidade, pode ir ao Ministério Público, ao invés de espalhar fake news em redes sociais.

IPTU
Domingos também falou sobre a decisão tomada pelo prefeito Roberto Naves em relação ao IPTU. “Aquela pessoa que tiver condição de pagar, que faça o pagamento normal. Assim com deve pagar a conta de água, energia, conta de internet”.

Segundo o vereador, já para aqueles que não estão recebendo salário, a orientação é que espere, que quite as contas em outro momento, quando tiver condições, já que a prioridade agora é a aquisição de alimentos.

registrado em: ,