João da Luz convida e Diretor institucional da Celg/Enel participa de sessão

por Fernanda Morais publicado 05/12/2017 16h10, última modificação 05/12/2017 16h13
João da Luz convida e Diretor institucional da Celg/Enel participa de sessão

João da Luz convida e Diretor institucional da Celg/Enel participa de sessão

A convite do vereador João da Luz (PHS), o diretor institucional da Celg/Enel, Humberto Eustáquio, participou da sessão ordinária desta terça-feira (5.dez). O diretor estava acompanhado do gestor de serviços da Regional de Anápolis, Rosimar Soares Peres e do gerente Regional da empresa, também de Anápolis, Rogério Miguel.

João da Luz disse que a ideia de trazer os diretores da Celg/Enel atingiu seu objetivo que era de dar respostas as constantes reclamações e pedidos dos consumidores anapolinos. Muitas vezes esses pedidos são encaminhados para os gabinetes dos vereadores.

“Achamos por bem fazer essa ligação. O Humberto hoje é o cérebro da Celg conhece a empresa e tem informações que vão esclarecer as dúvidas dos vereadores e dos consumidores da nossa cidade”, disse João da Luz.

O vereador do PHS aproveitou a presença do diretor institucional da empresa e fez alguns questionamentos como, por exemplo, sobre a possibilidade de promover a reabertura da agência de atendimento da empresa que funcionava na Vila Jaiara.

“Queria também informações sobre a suspensão do Programa Luz para Todos em Goiás, além de verificar a questão da qualidade da energia fornecida em Anápolis”, disse João da Luz pedindo ainda a revisão do parcelamento das dívidas de consumidores que estão em débito com a empresa.

“Tem cliente que até quer pagar o que está atrasado, mas não consegue acompanhar as condições do parcelamento oferecidas pela empresa”, mostrou o vereador que ainda parabenizou a empresa pela realização do Programa Luz Solidária.

Além de João da Luz, os vereadores também tiveram espaço para fazer questionamentos sobre a qualidade dos serviços que a Celg/Enel oferece para Anápolis.

Os parlamentares reforçaram a necessidade de reabertura da agência de atendimento da Vila Jaiara, perguntaram a respeito da garantia do fornecimento de energia que seja suficiente para o Daia, e todas regiões da cidade, e também previsão de investimentos destinados ao município para diminuir as reclamações de queda de energia.

Respostas

O diretor institucional Humberto Eustáquio explicou que desde fevereiro deste ano, a Celg pertence a empresa italiana Enel que tem negócios em todos os continentes do mundo. Na América do Sul, por exemplo, a Enel está presente no Peru, Chile e Colômbia. No Brasil, a Anel tem, além de Goiás, distribuidoras no Ceará e no Rio de Janeiro.

“A Enel é proprietária da usina de Cachoeira Dourada. Recentemente inaugurou uma usina fotovoltaica no Piauí e está construindo outra de grande porte na Bahia. O carro chefe do grupo é investir em inovação e tecnologia!”, disse Humberto.

O diretor explicou que a agência de atendimento da Jaiara foi fechada para concentrar o trabalho em um único local oferecendo respostas eficientes para os usuários. Humberto declarou que existe um acordo com o Ministério de Minas e Energia no sentido de concluir ligação elétrica em todos assentamentos rurais no máximo até o final de janeiro de 2018.

“A partir de então serão atendidas as novas inscrições. Em Goiás acreditamos ter 18 mil novas ligações a serem feitas desse tipo”, disse o diretor garantindo também aplicação de recursos para melhorar a distribuição de energia no Daia e em todas as regiões da cidade.

“Vamos construir uma nova estação de energia na cidade localizada bem próxima ao trevo que liga Anápolis a Brasília. Temos feito melhorias nas redes de distribuição por todo município e, em relação aos programas sociais da empresa, posso dizer que é a menina dos olhos da Celg. Vamos fazer um cadastro para atender as pessoas de baixa renda que precisam do benefício”, comentou.