Concessão da ‘Medalha Dulce de Faria’, pela Câmara, reconhece papel da mulher e emociona presentes ao Teatro Municipal

por Orisvaldo Pires publicado 24/03/2017 23h55, última modificação 24/03/2017 23h58
Concessão da ‘Medalha Dulce de Faria’, pela Câmara, reconhece papel da mulher e emociona presentes ao Teatro Municipal

Concessão da ‘Medalha Dulce de Faria’, pela Câmara, reconhece papel da mulher e emociona presentes ao Teatro Municipal

A homenagem da Câmara Municipal de Anápolis às mulheres, no mês dedicado a elas, poderia servir de inspiração para a composição de um texto poético. A emoção das 24 mulheres que receberam a ‘Medalha Dulce de Faria’, contagiou seus familiares e as centenas de pessoas que prestigiaram a Sessão Solene realizada na noite desta sexta-feira (24.mar), no Teatro Municipal. Desde o início da cerimônia, quando a cantora Lilian Porto – uma das homenageadas – cantou o Hino Nacional Brasileiro, até o final da solenidade, conduzida pelo presidente da Câmara, vereador Amilton Filho (SD), era visível o sentimento de felicidade das mulheres reconhecidas com a honraria, talvez por entender a importância de serem escolhidas pelos anapolinos como exemplos de luta, empreendedorismo, amor à família e de colaboração para o desenvolvimento da cidade.

Além de Amilton Filho, a mesa diretora da Sessão Solene teve a presença de mais dois homens: o prefeito Roberto Naves (PTB) e o procurador geral do município, Antônio Heli de Oliveira. Os demais postos da mesa foram ocupados por mulheres. A primeira dama, Vivian Cristina Albernaz Tanus Naves; e as vereadoras Thaís Souza (PSL), vice-presidente da Câmara; professora Geli Sanches (PT), segunda secretária; e Vilma Rodrigues (PSC). Após receberem a medalha e o certificado, algumas homenageadas também compuseram a mesa, entre elas a centenária Orozina Maria Alves e a autora do Hino de Anápolis, professora Hermogênia Eleutério de Oliveira.

Os vereadores ocuparam lugar de destaque junto à mesa de autoridades. Além dos edis já citados, também prestigiaram o evento Américo Ferreira (PSDB), Deusmar Japão (PSL), Domingos Paula (PV), pastor Elias Rodrigues (PSDB), Jakson Charles (PSB), Jean Carlos (PTB), João da Luz (PHS), Fernando Paiva (PTN), Leandro Ribeiro (PTB), Lélio Alvarenga (PSC), Lisieux José Borges (PT), Luiz Lacerda (PT), Luzimar Silva (PMN), Mauro Severiano (PSDB), Pedro Mariano (PRP), Teles Júnior (PMN) e Valdete Fernandes Moreira (PDT). Outras autoridades fizeram-se presentes, entre elas os secretários municipais de Desenvolvimento Econômico, Vander Lúcio Barbosa da Silva, e de Desenvolvimento Social, Nair de Moura Vieira.

Outras novidades, em relação a cerimônias anteriores, ajudaram a criar um clima menos formal e mais atrativo. A dupla de mestres de cerimônia, por exemplo, e a interpretação da música ‘Maria, Maria’ (1978) de autoria de Milton Nascimento e Fernando Brant, na voz de Lilian Porto aproximadamente na metade da programação. Cada um dos vereadores que impôs a medalha e conferiu o certificado à sua homenageada se emocionou ao se deslocar à frente do palco. O clamor por uma sociedade mais justa e igualitária, na qual a mulher tenha o direito e a liberdade para construir seu caminho, foi a tônica do pronunciamento da vereadora Thaís Souza, que falou em nome da bancada feminina da Câmara. “Nossos bons exemplos vão ressoar pelo país, trazendo igualdade. O sucesso de todas as áreas não acontece sem a participação da mulher. Lugar de mulher é aonde ela quer estar”, disse.

Lilian Porto também fez uso da palavra, agradeceu a cada um dos vereadores e aos presentes, e revelou-se grata por ser escolhida para representar todas as mulheres, “fortes e guerreiras”. A primeira dama Vivian Cristina fez questão de mostrar-se honrada com a homenagem. “Este evento é um dos mais prestigiados da cidade, pelo reconhecimento do trabalho feminino. Admiro a todas que hoje recebem esta honraria. Anápolis tem se destacado e é conhecida no Brasil. Grande parte deste mérito é das mulheres, que transformam a realidade da cidade”, ressaltou. Disse ainda que, ao acompanhar o trabalho social na condição de primeira dama do município, constata a importância dessas ações e destaque o número considerável de voluntárias que dedicam seu tempo a ajudar o próximo. “Como primeira dama sinto-me representando todas as mulheres. Esta homenagem não é para mim, é para elas. Quero fazer o que estiver ao meu alcance para integrar esse mundo de mulheres que fazem a diferença na cidade. Que todas nós sejamos mais ‘Dulce de Faria’ em nossos dias”, concluiu.

Amilton Filho, em sua fala de abertura da Sessão Solene, manifestou a satisfação da Câmara Municipal de Anápolis em realizar esta cerimônia, que reconhece a importância da mulher na construção da cidade nos mais variados setores e faz justiça ao seu papel decisivo na execução de todos os grandes projetos. Lembrou a bancada feminina na atual legislatura, composta por mulheres que estão na vanguarda das ações em suas áreas de atuação. Segundo ele, os vereadores foram criteriosos na escolha de suas homenageadas, que recebem a medalha que leva o nome da saudosa primeira dama Dulce de Faria, um dos expoentes do desenvolvimento social, cultural e político de Anápolis. O prefeito Roberto Naves, ao final da cerimônia, utilizou-se da palavra para dizer que a ‘Medalha Dulce de Faria’ homenageou um seleto grupo de 24 mulheres anapolinas, mas também lembrou daquelas que estavam no auditório, para quem pediu uma salva de palmas.

 

MULHERES HOMENAGEADAS:

 

Ana Beatriz Mamédio da Silva

Carmen Lúcia Falluh de Alarcão

Daiana Holanda Pinto

Deliane Estrela Rocha

Doralice Ferreira Ramos

Élida Freitas de Melo Oliveira

Filomena Ferreira Teodoro

Floriza Abreu de Oliveira

Hermogênia Eleutério de Oliveira

Larissa Vanessa dos Santos Ferreira

Lilian Cristina dos Santos (Lilian Porto)

Magaly Aparecida Fernandes

Maria Auxiliadora Romão

Maria Benedita de Souza Lobo Moreira

Maria Lucilena Silva Oliveira

Máriamarcia Melo Constante

Marilda Oliveira Veloso Braga

Meire Aparecida Vaz Cardoso

Orozina Maria Alves

Regina Martins do Prado

Sandra dos Reis Lourenço Souza

Silvânia Rosa de Figueiredo Ribeiro

Tânia Maria Silva Ribeiro

Vivian Cristina Albernaz Tanus Naves