Comitiva de vereadores vai ao Secretário de Segurança Pública de Goiás e cobra retorno dos presos de Anápolis para Aparecida de Goiânia

por Orisvaldo Pires publicado 24/03/2017 08h55, última modificação 24/03/2017 08h57
Comitiva de vereadores vai ao Secretário de Segurança Pública de Goiás e cobra retorno dos presos de Anápolis para Aparecida de Goiânia

Comitiva de vereadores vai ao Secretário de Segurança Pública de Goiás e cobra retorno dos presos de Anápolis para Aparecida de Goiânia

Reportagem e Texto: Rubens Júnior

A Câmara Municipal de Anápolis continua mobilizada para resolver a questão da remoção de presos de Aparecida de Goiânia para Anápolis. Na manhã desta quinta-feira (23.mar) uma comitiva composta de nove vereadores se reuniu em audiência com o Secretário de Segurança e Administração Penitenciária do Estado de Goiás, Ricardo Balestreri, para cobrar providências no sentido de que os quase 600 presos hoje alojados no presídio inacabado de Anápolis retornem à Aparecida de Goiânia. A remoção, sem o conhecimento das autoridades anapolinas, aconteceu no dia 24 de fevereiro.

O presidente da Câmara, Amilton Filho (SD), liderou a comitiva de vereadores, que contou ainda com a presença de Elinner Rosa (PMDB), Luiz Lacerda (PT), Lélio Alvarenga (PSC), João da Luz (PHS), Pr. Elias (PSDB), Deusmar Japão (PSL), Leandro Ribeiro (PTB), e Fernando Paiva (PTN). Os vereadores manifestaram insatisfação com a permanência dos detentos na cidade, expuseram a preocupação com a possiblidade de existir uma rebelião, também cobraram a maior participação do Estado na segurança dos anapolinos, com reforço de patrulhamento nas ruas.

Amilton Filho anunciou que as viaturas de Anápolis não serão utilizadas para o reforço no presídio, “todas as viaturas estarão à disposição da comunidade”. Também será reforçada a segurança no Município com mais dez viaturas da PM.  O presidente também frisou que todos foram veementes e firmes na cobrança da rápida transferência, ressaltando a sensibilidade do secretário Balestreri na solução do problema, e ouviu sobre os prejuízos causados no prédio, após a rebelião.

Balestretri classificou como produtiva a reunião e formalizou convite à Câmara de Anápolis, com intuito da participação efetiva dos vereadores no acompanhamento do processo de solução do problema, que envolve a reforma da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), as etapas administrativas e o conhecimento das decisões governamentais sobre o tema. Na próxima semana haverá a escolha dos nomes dos vereadores que farão parte da representação da Câmara nesta comissão. Sem data pré-fixada para os presos voltarem para a POG, o trabalho está intenso para que isso aconteça. “Todas as instancias estão comunicadas e trabalhando para a solução desta questão. Dentro do tempo real mais curto teremos o fim do problema”,  afirmou o Secretário.