Comissão de Meio Ambiente da Câmara apoia ações do Dia Mundial da Limpeza em Anápolis

por Orisvaldo Pires publicado 25/09/2020 10h35, última modificação 25/09/2020 11h56
Comissão de Meio Ambiente da Câmara apoia ações do Dia Mundial da Limpeza em Anápolis

Comissão de Meio Ambiente da Câmara apóia ações do Dia Mundial da Limpeza em Anápolis

Com o apoio da Comissão de Urbanismo, Transporte, Obras, Serviços e Meio Ambiente da Câmara Municipal de Anápolis, a ONG Plataforma Verde Cerrado realiza neste sábado (26.set), das 8h às 12h, uma exposição a céu aberto com painéis fotográficos, com foco no alerta e conscientização sobre a necessidade de combater a degradação ambiental na região. A estrutura será montada no canteiro central da Avenida Brasil, em frente ao Brasil Park Shopping, no centro.

Esta atividade é a participação de Anápolis na ação denominada Dia Mundial da Limpeza, que acontece simultaneamente em diversos países do mundo, no período de 19 a 27 de setembro. Faz alusão à comemoração do Dia Mundial da Limpeza, celebrado anualmente em 19 de setembro. Em 2019 a ação contou com a participação de mais de 20 milhões de pessoas em 180 países.

O presidente da ONG Plataforma Verde Cerrado, Valdivino Félix informa que, durante a programação deste sábado também será exposto um mosquito gigante Aedes Aegypti (transmissor da Dengue e várias outras doenças) montado a partir de restos de materiais recicláveis. Félix ressalta que inúmeras cidades brasileiras também estão integradas à programação do Dia Mundial da Limpeza.

Em 2019 a Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Anápolis foi uma das principais apoiadoras da ação de limpeza, organizada pela Plataforma Verde Cerrado, em parceria com o Colégio da Polícia Militar Arlindo Costa, Saneago, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Polícia Militar. Durante um dia inteiro 39 alunos do CPMG e 17 voluntários fizeram limpeza no trecho do Ribeirão das Antas, na região rural do distrito de Joanápolis.

Naquela oportunidade foram retirados do leito e das margens do ribeirão 56 sacos de 100 litros cada cheios de lixo. Agora, um ano depois, informa Valdivino Félix, as condições do ribeirão naquele mesmo trecho “estão piores que naquela época”. O despejo de detritos é mais intenso. “Buscamos sensibilizar as pessoas para que cessem com esta prática, e às autoridades para que ampliem a fiscalização e a punição a quem degrada o meio ambiente”, disse Félix. 

CAMINHADA ECOLÓGICA
Assim que concluída a ação do Dia Mundial da Limpeza, informa Félix, começa a preparação para a Caminhada Ecológica, agendada para o período de 2 a 14 de novembro. Segundo ele, em fevereiro do ano em curso teve início trabalho de monitoramento de todos os 26 km de extensão do Ribeirão das Antas, que tem nascente na mata do Parque Calixtópolis, em Anápolis, e foz no Rio Corumbá.

Segundo Félix foi constatado que neste perímetro acontece a prática do derramamento de esgoto sanitário de forma clandestina em diversos pontos, além de assoreamento e despejo de lixo. A Caminhada Ecológica vai mostrar essa realidade à sociedade e chamar atenção para que o problema seja combatido. A ação vai contar com a participação de estudantes voluntários.

registrado em: