Comissão de Finanças libera quatro projetos para a Mesa Diretora

por Marcos Vieira publicado 30/04/2020 11h24, última modificação 30/04/2020 11h24
Comissão de Finanças libera quatro projetos para a Mesa Diretora

Reunião da Comissão de Finanças, Orçamento e Economia (Foto: Ismael Vieira)

Quatro projetos foram aprovados na Comissão de Finanças, Orçamento e Economia (CFOE) na manhã desta quinta-feira (30.abr), ficando à disposição da Mesa Diretora para colocá-los sob apreciação do plenário na próxima sessão ordinária.

A reunião da CFOE foi coordenada pelo seu presidente, Pedro Mariano (DEM), com as presenças dos membros titulares, Lélio Alvarenga (PSC), Teles Júnior (PMN), Américo Ferreira (PP) e Lisieux José Borges (PT).

Receberam pareceres favoráveis, acompanhados pelo colegiado, as seguintes proposituras:

>De autoria do vereador Domingos Paula (PV), e relatado por Lélio, projeto quer institui em Anápolis a fiscalização eletrônica de trânsito com transparência.

>Com relatoria do vereador Pedro Mariano, propositura do prefeito Roberto Naves (PP) que autoriza a permuta de lotes de terrenos de propriedade do Município de Anápolis situados no Setor Sul Jamil Miguel 2ª Etapa, por área de terreno de propriedade particular, no Jardim Nações Unidas, em razão de obras de canalização e abertura marginal no Ribeirão Antas.

>De autoria da vereadora Thaís Souza (PP), com análise de Teles Júnior, projeto que dispõe sobre autorização de uso de Vants (Veículos Aéreos Não Tripulados) para o combate de maus tratos de animais.

>Do vereador Alfredo Landim (P), relatado por Américo, projeto que institui no calendário municipal o Dia da Folia de Reis, em 6 de janeiro, além de declarar a Folia de Santos Reis como patrimônio imaterial, histórico e cultural de Anápolis.

Retorno
Foi pedido ainda o retorno de um projeto para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR), relatado na CFOE pelo vereador Lisieux. Trata-se de proposta do ex-vereador Paulo de Lima que determina que os cursos de informática, lan houses, cyber cafés e congêneres disponibilizem ao menos um computador que permita sua utilização por deficientes visuais.