Centro de Controle de Zoonoses e bem-estar animal ganha reforma e apresenta centro cirúrgico

por Julio de Paula publicado 14/06/2019 15h25, última modificação 14/06/2019 15h38
Centro de Controle de Zoonoses e bem-estar animal ganha reforma e apresenta centro cirúrgico

Centro de Controle de Zoonoses e bem-estar animal ganha reforma e apresenta centro cirúrgico

Um centro cirúrgico, equipado para realização de pequenos procedimentos veterinários, como também para a castração de cães e gatos, foi entregue à população, nesta quinta-feira (13.jun), no Centro de Controle de Zoonoses, espaço reformado e ampliado para funcionar como bem-estar animal, no Bairro Santo André. A Câmara Municipal deu total respaldo à obra, realizada com recursos municipais no valor de R$ 214 mil.

A obra inclui ainda uma ala com salas de espera, recuperação e vacinação, além de dormitório para plantonistas e banheiro para pessoas com deficiências. Monitor cardíaco, aparelho de anestesia inalatória e mesa de aço inoxidável foram adquiridos, já que são equipamentos indispensáveis para a realização de procedimentos cirúrgicos.

Além de pequenos procedimentos, o centro cirúrgico fará a castração dos animais em condições de abandono de Anápolis e seus distritos. Depois dessa etapa, tem início o trabalho de triagem nos bairros da cidade, para cuidar dos animais pertencentes a famílias de renda baixa.

De acordo com a direção do Centro de Zoonoses, o atendimento aos animais será completo. Apresentando tratamento pós-operatório e controle de vacinação. Os proprietários de animais terão orientações sobre noções de cuidados e conceitos de posse responsável.

O presidente da Câmara Municipal de Anápolis, Leandro Ribeiro, classificou a instalação do centro cirúrgico como o cumprimento de uma agenda positiva por parte da Prefeitura Municipal de Anápolis, apoiado pelo Poder Legislativo, por meio da vereadora Thais Souza.

“A realização deste evento é um ganho histórico para a Cidade. O órgão era esquecido pelas administrações e, agora, tem uma atenção da gestão executiva. Além do cuidado com a proteção animal, a saúde pública municipal ganhou com essa ação eficiente”, avaliou Thais Souza. Segundo ela, o controle de natalidade pode ser feito, assim também como a recuperação de animais atropelados e feridos.

Combatente da causa animal há vários anos, a parlamentar disse que o espaço funcionava como “campo de concentração” para gatos e cães. Na visão dela, o que existia era a tremenda falta de dignidade com os animais, porque eles estavam lá para serem sacrificados.

Além dos vereadores Leandro Ribeiro (PTB) e Thais Souza (PSL), Pastor Elias Ferreira (PSDB), Lélio Alvarenga (PSC), Domingos Paula (PV), Deusmar Japão (PSL), Fernando Paiva (PODE) e Wederson Lopes (PSC) compareceram também à solenidade.

Prefeito

Durante a sua fala, o prefeito Roberto Naves reiterou o seu compromisso com o zelo junto aos animais e disse que o controle da reprodução dos cães e gatos reduz as ocorrências de abandonos e maus tratos. Ele frisou que a atual gestão trabalha em três vertentes para minimizar o número de animais nas ruas – existe um processo em licitação para a aquisição do Castramóvel, que vai percorrer a cidade; o credenciamento de clínicas para a contratação de 1000 procedimentos; e o centro cirúrgico preparado para realizar castrações.

Lucas Leite, secretário municipal da Saúde; Francisco Lacerda, secretário municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação; Bruno Neto, representante do vice-governador Lincoln Tejota; Vera Lúcia Lourenço Dias, diretora do Centro de Zoonoses, representaram ainda o Poder Executivo.

O Centro de Zoonoses e Bem-Estar Animal ganhou o nome de Dr. João Paulo Alarcão. O batismo se deu depois que uma lei foi aprovada na Câmara Municipal, cuja autoria foi da vereadora Thaís Souza. Ele, que era veterinário e morreu em 2017, foi vítima de homicídio e era parceiro de ONGs que atuavam em defesa dos animais.   

 

Foto: Geraldo Fleury