Câmara sedia fórum permanente que objetiva assegurar atenção oncológica aos pacientes com câncer em Anápolis

por Camila Virgínia publicado 20/02/2018 16h25, última modificação 20/02/2018 16h54
Câmara sedia fórum permanente que objetiva assegurar atenção oncológica aos pacientes com câncer em Anápolis

Câmara sedia fórum permanente que objetiva assegurar atenção oncológica aos pacientes com câncer em Anápolis

A adoção de medidas eficazes para melhorar o atendimento a pacientes de câncer em Anápolis foi o tema central do 1º Fórum Permanente de Atenção Oncológica em Anápolis, realizado na noite desta segunda-feira (19.fev), no Plenário Teotônio Vilela, da Câmara Municipal de Anápolis.

A iniciativa foi da vereadora Professora Geli Sanches (PT), fundadora da Associação dos Voluntários de Anápolis no Apoio as Pessoas com Câncer (AVAPEC). Participaram do evento os vereadores e representantes da Comissão da Saúde do Legislativo, Elinner Rosa (PMDB), Lélio Alvarenga (PSC), e Deusmar Japão (PSL).

Também estiveram presentes especialistas da área de saúde do município, como o assessor administrativo da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis, Renato Pereira Souza; a supervisora administrativa da unidade oncológica de Anápolis Dr. Mauá Cavalcante Sávio, Alessandra de Souza Castro; o cirurgião pediatra, doutor Olegário Indemburgo da Silva Rocha Vidal, entre outros.

Segundo Geli Sanches a diretoria da associação decidiu por realizar um Fórum a cada dois meses com a participação das pessoas responsáveis e interessadas pelo atendimento oncológico em Anápolis. Assim, seria possível identificar rapidamente onde estão os gargalos neste setor.

O objetivo, revela Geli Sanches, é que o tratamento chegue o mais breve possível à pessoa que necessita. "Estamos começando de forma muito discreta, com intuito de que esse fórum cresça. Esta é a razão da reunião ser realizada aqui na Câmara Municipal. Queremos que a comunidade fique sabendo e que venha participar da Associação, das reuniões e dos fóruns que serão realizados", concluiu a parlamentar.

A vereadora Elinner Rosa informou que a oncologia é um dos principais problemas no município, "temos buscado ouvir todas as pessoas envolvidas, tanto os pacientes quanto as instituições que prestam serviço para o SUS e também as pessoas que querem ajudar de alguma forma”.

Os presentes entenderam que o Fórum é de “extrema importância” para todos, especialmente para a Secretaria de Saúde, que representa um braço essencial de apoio ao projeto. “Vejo isso com bons olhos, parabenizo a vereadora Geli pela iniciativa e, como sempre, me coloco a disposição no que eu puder ajudar na condição de empresária do ramo e como vereadora", encerrou.

O pastor Valber Barreto de Queiroz, presidente da AVAPEC, contou que em 6 de outubro de 2017 foi realizada audiência pública na Câmara Municipal, na qual foi discutido amplamente o tema sobre tratamento oncológico em Anápolis. Naquela oportunidade, concluíram que a melhor forma de acompanhar as resolutivas que saíram dessa audiência seria por meio de um Fórum como o realizado agora.

Segundo ele, o Fórum deve ser realizado a cada dois meses. “Teremos este tempo para trabalharmos nas adequações que saírem desses Fóruns, assim faremos a oncologia em Anápolis crescer e atender os 59 municípios que são pactuados com a nossa cidade” afirmou.

Os vereadores objetivam maiores parcerias entre os poderes Legislativo e Executivo, a fim de que políticas públicas se intensifiquem para que a pessoa que sofre com o câncer tenha o atendimento adequado, rápido e eficaz.