Câmara realiza audiência pública sobre energia solar fotovoltaica

por Geovana de Bortole publicado 01/06/2017 14h18, última modificação 01/06/2017 14h18
Câmara realiza audiência pública sobre energia solar fotovoltaica

Câmara realiza audiência pública sobre energia solar fotovoltaica

Na tarde desta quarta-feira (31.mai) , a Câmara Municipal de Anápolis realizou uma audiência pública, proposta pelas vereadoras Thaís Souza (PSL) e Vilma Rodrigues (PSC), sobre energia fotovoltaica, que é a energia obtida através da luz solar.


Logo no início da reunião, a vice-presidente da Casa, Thaís Souza convidou a todos os presentes para uma demonstração de como funciona a captação de energia solar. 
A exposição ocorreu na parte externa do prédio do Legislativo Anapolino.


A vereadora Thaís Souza afirmou que seu compromisso com o meio ambiente foi fundamental para a realização desta audiência. "Passou da hora de começarmos a produzir uma energia limpa, barata e que protege o meio ambiente em nossa cidade. Além disso, incentiva o cidadão a produzir sua própria energia e reduzir o valor na sua conta de luz", explicou.


Outro ponto importante levantado pela parlamentar é sobre o desconto oferecido no IPTU. "Colocamos na Lei a concessão de desconto no IPTU que vai corresponder a 10% do valor total do que foi investido na instalação do sistema conforme comprovação mediante a nota fiscal, por três anos", ressaltou.


Vilma Rodrigues disse que defende o projeto, pois reconhece sua importância. "Anápolis está muito atrás na questão de energia solar. Não era pra ser assim. Somos a segunda potência do estado e estamos muito aquém de outras cidades neste quesito. Precisamos cuidar do meio ambiente. Temos tantas coisas que poderiam ter sido evitadas, mas podemos  trabalhar para que as nossas próximas gerações colaborem para que a natureza seja reconstruída. A energia solar é mais acessível. Para que as futuras gerações vivam melhor, precisamos começar agir agora", disse.
O Programa Goiás Solar, em parceria com a SECIMA,  propõe capitalizar para todas as regiões do estado o fomento da energia fotovoltaica, viabilizando a atração e o fomento de empreendimentos,  estimulando iniciativas disseminadas do uso eficiente de energia solar.
O programa incentiva as empresas que utilizam energia advinda do sol com a isenção de ICMS.


Danuzia Arantes Ferreira, Superintendente de Energia, Telecomunicações e Infraestrutura na Secretaria de Meio Ambiente do Estado disse que o programa tem o objetivo de elaborar  Políticas Públicas e adoção de medidas promotoras do desenvolvimento da energia solar fotovoltaica em Goiás e as demais fontes renováveis, valorizando os recursos naturais estratégicos para o crescimento da economia goiana, o desenvolvimento de novos negócios, empregos diretos e de qualidade com responsabilidade e incentivo da cadeia produtiva. "A energia solar não irá substituir a energia elétrica, pois o funcionamento ideal acontece em dias ensolarados, mas temos em nosso estado temperaturas e climas muito favoráveis para a fomentação da energia fotovoltaica”, destacou.

Baltazar José dos Santos, representante da Associção Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA) disse que o estado de Goiás sai na frente através do programa de incentivo do Governo Estadual. “Através desta audiência pública estamos dando início para trabalhar com inovações, trazer novas técnicas de painéis e engenharia. Estamos organizando um momento na nossa Associação com a participação de representantes do programa ‘Goiás Solar’, onde será esclarecido para nossos comerciantes e empresários. A inserção do município está sendo desenvolvida e Anápolis será em breve um grande potencial de geração de energia solar”, concluiu.