Câmara faz sanitização de ambientes e amplia ações restritivas em prevenção à Covid-19

por Orisvaldo Pires publicado 04/02/2021 15h16, última modificação 04/02/2021 15h16
Câmara faz sanitização de ambientes e amplia ações restritivas em prevenção à Covid-19

Câmara faz sanitização de ambientes e amplia ações restritivas em prevenção à Covid-19

A Câmara de Anápolis realiza neste final de semana uma ação completa de sanitização do prédio atual, no Bairro Jundiaí, e também nas dependências do Plenário Teotônio Vilela, anexo à Praça 31 de Julho, no centro.

Os cuidados preventivos e as restrições de circulação ocorrem no Legislativo desde o início da pandemia, no primeiro semestre de 2020. E, sempre que confirmados casos de infecção entre servidores, a Mesa Diretora promove a sanitização.

Segundo a Diretoria Administrativa da Câmara o trabalho de desinfecção deve começar na tarde desta sexta-feira (5.fev) e se estende pelo sábado e domingo. Sem prejuízos maiores para o funcionamento de gabinetes e departamentos.

O presidente da Câmara, Leandro Ribeiro (PP), que nesta quinta-feira (4.fev) testou positivo para a Covid-19, havia informado na sessão ordinária de segunda-feira (1.fev), que pelo menos oito servidores e dois vereadores haviam sido infectados.

Diante da situação anunciou que ainda esta semana seria realizada a sanitização das instalações da Câmara. “Nossa maior preocupação é dar segurança ao servidor e à pessoas que freqüentam o Poder Legislativo”, disse o presidente.

Os gabinetes e departamentos recebem constantemente borrifadores contendo álcool 70%. Os servidores são orientados para os procedimentos cotidianos de higienização de móveis e instalações. Assim como para evitar aglomerações. 

RESTRIÇÕES
No dia 1º de fevereiro a Mesa Diretora publicou o Ato 001 que, em função do alto risco de contaminação constante no informe epidemiológico da Secretaria Municipal da Saúde, renovou as medidas de restrição e suspensão parcial das atividades e de atendimentos ao público.

As restrições perduram até 31 de março. O atendimento ao público é realizado com restrições sanitárias. Os servidores dos grupos de risco passam o trabalhar no sistema home office. Estão suspensas sessões solenes e audiências públicas.

Desde o início da pandemia a administração da Câmara estabeleceu exigências para o acesso às instalações do Legislativo, como uso de máscara de proteção facial, uso do álcool em gel, observância do distanciamento e constante higienização dos ambientes. 

REMOTO
O Ato 001 mantém a realização de sessões ordinárias e extraordinárias com restrições: têm acesso ao plenário apenas os vereadores, um assessor por vereador, assessores legislativos e de comunicação, e profissionais de imprensa em serviço.

No entanto, nesta quinta-feira (4.fev), por determinação do presidente Leandro Ribeiro, as diretorias administrativa, de comunicação, legislativa e de TI, além da procuradoria geral, iniciaram tratativas para criar as condições necessárias para realização eventual de sessões por sistema remoto.

(Foto: Geraldo Fleury / Diretoria de Comunicação)

registrado em: