Câmara é reconhecida pela parceria nas ações de combate ao abuso de crianças e adolescentes

por Orisvaldo Pires publicado 16/05/2019 15h57, última modificação 16/05/2019 15h57
Câmara é reconhecida pela parceria nas ações de combate ao abuso de crianças e adolescentes

Câmara é reconhecida pela parceria nas ações de combate ao abuso de crianças e adolescentes

Um grupo de oito vereadores representou a Câmara Municipal de Anápolis, na manhã desta quinta-feira (16.mai), na cerimônia de entrega da reforma e revitalização do Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas), que tem sua sede na Rua General Joaquim Inácio, Centro. São eles Domingos Paula (PV), Wederson Lopes (PSC), João Feitosa (PTB), Pastor Elias (PSDB), Lélio Alvarenga (PSC), Luzimar Silva (PMN), Lisieux Borges (PT) e Paulo de Lima (PDT). No calendário de eventos anual, 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 

O ato contou também com as presenças do prefeito Roberto Naves (PTB); a primeira dama, Vivian Albernaz; o vice-prefeito Márcio Cândido (PSD); os deputados estaduais Amilton Filho (SD) e Coronel Adailton (PP); a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Eerizânia Freitas Lobo; o juiz da Infância e da Juventude, Carlos José Limongi Sterse; a promotora da Infância e da Juventude, Carla Brant Corrêa Sebba Roriz; além de representantes do Tiro de Guerra, OAB, Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar, Polícia Civil, maçonaria, e das igrejas Católica e evangélica. 

O Creas atua em casos de violação de direitos das crianças e adolescentes. Eerizânia Lobo lembrou que o Creas de Anápolis foi um dos primeiros implantados no Brasil, em 2006. Mas teve que ampliar e qualificar seu atendimento, além das instalações físicas, sob pena de ser descredenciado pelo governo federal. “O prefeito Roberto Naves determinou a reforma e agora estamos aqui, entregando esta estrutura adequada às exigências”, disse. Segundo ela, em Anápolis o dia de enfrentamento e combate às práticas abusivas contra crianças é uma campanha permanente, “assistência social em Anápolis não é favor, é direito”. 

Em sua fala, Eerizânia Lobo evidenciou que pela primeira vez na história do Creas em Anápolis é a primeira vez que verifica o envolvimento de vereadores com o projeto, “é preciso reconhecer a importância deste apoio”. O prefeito Roberto Naves, quando de sua fala, enalteceu as parcerias firmadas entre a administração municipal e o Poder Legislativo. “Não existe Executivo sem o Legislativo”, disse. Segundo ele Prefeitura e Câmara interagem como parceiros em favor dos cidadãos, e destacou a sensibilidade com que os vereadores interferem nos projetos que buscam melhorar a qualidade de vida dos anapolinos. 

O líder do prefeito na Câmara, vereador Wederson Lopes, reconheceu o trabalho do prefeito, da primeira dama e da secretária da área social, para viabilizar a reforma do Creas, para que não sejam perdidos recursos importantes. Segundo ele, a Câmara tem participado junto com a Prefeitura das ações de conscientização contra o abuso sexual de crianças e adolescentes. Disse ainda que, em Anápolis, não há exploração da vulnerabilidade das pessoas com fins eleitoreiros. 

A promotora Carla Brant chamou a atenção para o fato de que todos os dias surgem crianças violentadas. O deputado Amilton Filho disse que o que faz a diferença em Anápolis é a prioridade dada pela Prefeitura à proteção das crianças e jovens. O vice-prefeito Márcio Cândido disse que o apoio a esta causa é “integral” por parte do município. O juiz Carlos Limongi mostrou-se satisfeito com a rede de assistência montada em Anápolis, “que transformam problemas em solução”. 

Segundo dados da Prefeitura, em 2017 foram registrados nas duas unidades do Creas de Anápolis mais de 200 atendimentos a vítimas de abusos. Estima-se que apenas 5% dos casos são denunciados. As denúncias podem ser feitas por meio do telefone 100. A rede de assistência à população é composta pelo Creas, Conselho Tutelar, Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA), Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV), Escola Viva, Juizado da Infância e Juventude, Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Polícia Militar, Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT).

(Foto: Ismael Vieira / Diretoria de Comunicação)