Câmara aprova criação do título Empresa Amiga dos Animais

por Orisvaldo Pires publicado 09/11/2020 11h05, última modificação 09/11/2020 11h05
Câmara aprova criação do título Empresa Amiga dos Animais

Câmara aprova criação do título Empresa Amiga dos Animais

Os vereadores aprovaram, em segunda votação, na sessão ordinária desta segunda-feira (9.nov), projeto de lei de autoria do vereador Paulo de Lima (PDT), que institui o título Empresa Amiga dos Animais. São contempladas com a lei empresas privadas estabelecidas no município, indicadas pelo Centro de Zoonoses.

Segundo a matéria, o título será concedido em reconhecimento às ações de responsabilidade social, desenvolvidas pelas empresas, com intuito de contribuir para a defesa, saúde e melhoria da qualidade de vida dos animais. São consideradas ações como castração, adoção, abrigo, atendimento veterinário, entre outros cuidados com os animais.

O vereador João Feitosa (PP) pediu vistas ao veto total do prefeito ao projeto do vereador Jean Carlos (DEM), que dispõe sobre o fornecimento do vale medicamento para usuário de remédios que estejam temporariamente em falta na rede municipal de saúde. 

HOMENAGENS
Na sessão ordinária desta segunda-feira (9.nov) os vereadores prestaram homenagens a pessoas que prestaram relevantes serviços à comunidade anapolina. Foram entregues moções de aplauso e títulos de Cidadania Anapolina. E também apresentada Moção de Pesar.

Numa iniciativa do vereador Valdete Fernandes Moreira (PDT) foi entregue título de Cidadania Anapolina a duas personalidades. A primeira, in memoriam, à família de Bion Melquisedek Barcelo. Era membro da Igreja Presbiteriana de Anápolis, foi técnico Raio X, trabalhou na Charqueada Santana e Frigorífico Bordon, funcionário Celg por mais de 30 anos. Foi representado pela viúva, Rejane da Silva Rocha Abdalla, e a filha Ana Manoela.

O segundo homenageado é Moacir Fernandes Moreira, 50, natural de Niquelândia. Há mais de 40 anos em Anápolis. Foi eletrotécnico pelo Senai, trabalhou oito anos na Cemina, mais de 40 anos na Fortilit, Sotave, Centro Oeste e Truks Miral, e por mais de 25 anos na Celg. Atualmente trabalha na Enel.

O pastor Adão Dutra Gonçalves, presidente da igreja Assembleia de Deus Ministério Boa Vista, também foi homenageado com título de Cidadania Anapolina, numa iniciativa do vereador Pastor Elias Ferreira (PSD). O novo cidadão anapolino nasceu em Hidrolina de Goiás. Foi integrante do Exército brasileiro. Em 1994 foi ordenado pastor, formado em Teologia. 

TRIBUNA
Na tribuna o vereador Teles Júnior (PMN) falou sobre Moção de Pesar que apresentou, devido o falecimento do bispo Abigail Carlos de Almeida, da igreja Assembleia de Deus Ministério Fama, de Goiânia, vítima da Covid-19. O vereador lembrou que a origem do bispo Abigail Carlos é a cidade de Anápolis.

O vereador Lélio Alvarenga (PSC), na tribuna, cumprimentou a Rádio Manchester FM pelo debate com os candidatos a prefeito de Anápolis, promovido no sábado anterior (7.nov). Também falou sobre a importância do eleitor escolher bem seus representantes no pleito deste dia 15 de novembro.

O projeto enviado pelo prefeito Roberto Naves (PP), que institui o Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas e o Fundo Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas, foi analisado na tribuna pelo vereador Wederson Lopes (PSC). Segundo ele, o conselho já existia, mas agora seu estatuto foi atualizado. E a novidade: criação do fundo municipal para atendimento a este setor.

O vereador Domingos Paula (PV) comentou na tribuna sobre distribuição de panfletos apócrifos, ocorrida no sábado anterior, com ofensas contra ele e ao vereador Jakson Charles (PSB). Pediu providências à Mesa Diretora da Câmara, já que o suspeito da prática seria um vereador.

O mesmo assunto foi abordado pelo vereador Jakson Charles (PSB), que parabenizou às polícias Civil e Militar, e à Polícia Federal, que atuaram rápido para elucidar o que classificou como “crime eleitoral”. Segundo ele, o fato atinge o Legislativo, e pediu providências à Mesa Diretora.

registrado em: