Assef Naben e João Feitosa comparecem à audiência de ampliação do DAIA

por cma — publicado 30/11/2011 23h00, última modificação 21/06/2016 11h51
Cinquenta alqueires serão desapropriados para aumentar a área do Distrito. Desapropriação acontecerá em 120 dias Os vereadores Assef Naben (PMDB) e João Feitosa (PP) participaram da audiência pública sobre a ampliação do Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), na manhã desta quinta-feira (01/12), nas instalações da Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA). O evento foi uma iniciativa do deputado estadual Carlos Antônio (PSC) e contou com a presença do secretário estadual de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy; do vice-prefeito João Gomes; do presidente da ACIA, Wilson de Oliveira; do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Mozart Soares e do administrador do DAIA, Paulino Taveira, além de empresários locais.
Assef Naben e João Feitosa comparecem à audiência de ampliação do DAIA

Assef Naben e João Feitosa comparecem à audiência de ampliação do DAIA

Conforme anunciado por Baldy, 50 alqueires serão destinados para ampliação da área do Distrito. O secretário também informou que nos próximos 120 dias já haverá a desapropriação da área que terá capacidade para agregar quatro ou cinco empresas de grande porte.

Mas, para o vereador Assef Naben, a área não é suficiente para resolver os problemas do DAIA. O peemedebista defendeu que dependendo da empresa que se instalar no local, 30 alqueires podem ser imediatamente ocupados. “Temos um DAIA que foi fundado com 100 alqueires e hoje está totalmente tomado. O espaço de 50 alqueires é pequeno porque precisamos dar uma atenção especial aos micro e pequenos empresários que não podem mais ter suas empresas no fundo de um quintal”, exemplificou.

Carlos Antônio concordou com a colocação do vereador e acrescentou que realmente a área não é suficiente para contínua expansão do Distrito, “mas é o que pode ser feito por agora”. O deputado disse ainda, que no caso de pequenas empresas, o espaço é suficiente e “há procura para instalação de 30 assim que a área for desapropriada”.

Já o vereador João Feitosa considerou a ação vitoriosa ao afirmar que a necessidade de ampliação do DAIA deveria ter sido feita há tempos. “Foi bem dito nessa audiência que se vier uma empresa que precise de 30 alqueires, praticamente acaba com a área. Mas, já é válido o que está havendo. Temos que fazer gestão, a Câmara e a Prefeitura, para que o governador olhe com mais carinho para a cidade de Anápolis que é a menina dos olhos dele”.

Ambos vereadores parabenizaram o trabalho da ACIA e de Carlos Antônio por buscarem resolver os  problemas dos empresários junto ao governo do Estado de Goiás. “Ficamos satisfeitos em participar deste momento e fazer ações junto ao governo para conseguirmos ampliar ainda mais os benefícios para Anápolis”, encerrou o pepista.

 

 

 

registrado em: