Teles denuncia descumprimento de prerrogativas de advogados anapolinos em Formosa

por Marcos Vieira publicado 09/04/2018 11h15, última modificação 09/04/2018 17h02

O vereador Teles Júnior (PMN) repercutiu na tribuna, nesta segunda-feira (9.abr), Moção de Repúdio de sua autoria direcionada ao coronel Edson Costa, diretor-geral de Administração Penitenciária da Secretaria de Segurança Pública de Goiás, que tem ferido as prerrogativas de advogados de Anápolis que tentam dialogar com seus clientes no Presídio de Formosa.

“No dia 6 de abril, advogados foram impedidos de entrar na unidade prisional, submetidos a tratamento degradante”, discursou Teles Júnior. Cerca de 60 presos foram transferidos de Anápolis para Formosa em fevereiro, portanto seus advogados precisam ir até aquela comarca para defender seus clientes, mas eles têm sido violados no exercício de suas atividades profissionais.

Teles contou que os advogados anapolinos, inclusive, fizeram um registro na delegacia da Polícia Civil de Formosa, reclamando do tratamento que tiveram no presídio. O vereador pediu apoio do presidente da OAB Goiás, Lúcio Flávio, para a defesa das prerrogativas dos profissionais.

“O governo transferiu presos sem justificar o porquê e a parte inaceitável é que chegando a essas outras cidades, eles não têm tratamento adequado”, afirmou Teles Júnior.

Adote uma Praça
O vereador Teles Júnior comemorou na tribuna a implantação feita pela Prefeitura de Anápolis do programa “Adote uma Praça”, oriundo de projeto de lei aprovado na Câmara Municipal, de autoria dele e de Domingos Paula (PV), e sancionado pelo prefeito Roberto Naves (PTB) em dezembro.

O lançamento do novo programa foi feito na manhã desta segunda-feira (9.abr), com a presença de diversas autoridades.

“É um grande sonho que agora é realidade. Uma lei de nossa autoria, a primeira colocada aqui nesse parlamento, sancionada pelo prefeito em dezembro. Hoje se tornou um programa na cidade de Anápolis”, disse Teles.

O vereador informou que a primeira praça adotada é a Praça do Expedicionário, no centro da cidade. “Foi adotada pela Associação Comercial e Industrial de Anápolis, que propõe a revitalização do espaço a partir de projeto feito por alunos de arquitetura da Fama”, explicou.

“Essa forma de parceria pública com o poder privado, com pessoas de bem adotando espaços públicos para poder revitaliza-los, temos diversos exemplos exitosos em Florianópolis, em São Paulo e no Canadá”, ressaltou Teles.

Para o vereador do PMN, o programa contribuirá para que espaços que precisam de revitalização, que estão com mato alto e abrigando meliantes, possam ser devolvidos para o cidadão. Segundo Teles Júnior, diversas empresas estão interessadas em fazer parte do novo programa.

Foto gentilmente cedida: Affonso Lima

registrado em: ,
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados